Parentes pedem colaboração do Governo para construir casa para avó de Suárez

  • Por Agencia EFE
  • 30/01/2014 12h56

Montevidéu, 30 jan (EFE).- Parentes do jogador uruguaio Luis Suárez solicitarão apoio à Intendência do departamento de Salto para construir uma casa para avó materna do atacante, informa nesta quinta-feira a imprensa local.

María Josefa Reyes, de 65 anos, disse em declarações publicadas nesta quinta-feira no jornal El País que “por circunstâncias da vida”, atualmente não pode trabalhar e vive em condições precárias em uma casa alugada no bairro El Cerro da cidade de Salto, a cerca de 500 quilômetros de Montevidéu.

“Acredito que ele não saiba o que está acontecendo. Faz muito tempo que não falo com ele”, disse a avó.

“Quero ele tão bem como meus outros netos. Ajudei sua mãe a criá-lo e me alegro com o sucesso de sua carreira futebolística tão curta no Uruguai. Hoje seu nome é conhecido no mundo todo”, afirmou.

Suárez apareceu para o futebol no Nacional de seu país e logo depois se transferiu para o futebol holandês, onde se consolidou como goleador antes de ser cotratado pelo Liverpool.

María, que até seis anos atrás se dedicada a tarefas de limpeza, lembrou que quando Suárez era criança, a família vivia em uma casa muito humilde em Montevidéu “que tinha goteiras”, disse.

Posteriormente, as coisas melhoraram e a família se mudou para Solymar, balneário situado a 25 quilômetros da capital uruguaia, e o goleador mandou construir um quarto para sua avó “com todas as comodidades”, lembra.

Mais tarde, a mulher voltou a viver em Salto, segundo disse, porque sua renda, além de despesas médicas por problemas de saúde, não lhe permitiam ficar na casa anterior.

O desejo da mulher é poder terminar de construir uma casa nos fundos de outra na qual vive um de seus filhos e para isso sua família solicitará o apoio da Intendência de Salto. EFE