Pato admite que não ficará no São Paulo e minimiza “falta de clima” no Corinthians

  • Por Agência Estado
  • 31/10/2015 20h28
SÃO PAULO, SP - 31.10.2015: SÃO PAULO X SPORT- Alexandre Pato do São Paulo durante partida entre São Paulo x Sport, jogo válido pela trigésima terceira rodada do campeonato brasileiro 2015 realizada no Estádio Cicero Pompeu de Toledo, conhecido como Estádio do Morumbi. (Foto: Maurício Rummens /Fotoarena/Folhapress) ORG XMIT: 1022487Após dois anos defendendo o São Paulo

Pela primeira vez, Alexandre Pato falou diretamente sobre sua situação no São Paulo. Depois de ajudar o Tricolor a bater o Sport na tarde deste sábado (31), no Morumbi, o atacante admitiu que não continuará no clube na próxima temporada, mas disse não saber para onde se transferirá – se será para o exterior ou se voltará ao Corinthians, que é o dono de seu passe.

“Falo já direto: acho que não vou ficar no São Paulo. Todos sabem que o São Paulo passa por algumas mudanças, agora chegou o Leco (novo presidente do clube), a parte financeira todo mundo sabe como é. Estou trabalhando, quero ajudar o São Paulo a chegar ao objetivo que é a Libertadores do ano que vem, então vou me doar ao máximo nesses jogos para ajudar o time a sair com as vitórias”, disse Pato.

Perguntado sobre seu futuro, o camisa 7 afirmou que pode voltar ao Corinthians e questionou a possibilidade de “não ter clima” para jogar no antigo clube. “Não sei (para onde vou). No futebol você nunca sabe. Ninguém sabia se ia ter clima aqui no São Paulo depois de eu chegar de um rival. Eu joguei, estou aqui, estou bem, estou feliz, quero fazer meu dever, então não vejo nenhum problema (em voltar ao Corinthians). Sou profissional, tenho que fazer sempre o meu trabalho, que é jogar futebol”, continuou o atacante.

Enquanto ainda está no São Paulo, Pato comemorou a assistência para o gol de Luís Fabiano, o segundo da equipe na vitória por 3 a 0. “Foi numa troca de passes com o Ganso, fiquei sozinho com o defensor e tive a oportunidade de passar para ele, fiquei muito feliz com o gol dele, ele merecia. Agora é trabalhar, esquecer esse jogo, aproveitar os dois dias de folga que vamos ter e trabalhar para o próximo jogo”, concluiu.