Pedro Solberg e Evandro perdem de virada para russos e caem nas oitavas

  • Por EFE
  • 13/08/2016 17h22

Pedro e Evandro foram eliminados nas oitavas de final do vôlei de praia

Estadão Conteúdo Pedro e Evandro foram eliminados nas oitavas de final do vôlei de praia

Os brasileiros Pedro Solberg e Evandro foram eliminados nas oitavas de final do vôlei de praia dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro neste sábado com uma derrota para os russos Nikita Liamin e Dmitri Barsuk por 2 sets a 1 de virada, com parciais de 16-21, 21-14 e 15-10, em 52 minutos de jogo.

Depois de terem vencido apenas uma partida na primeira fase, os cariocas até tiveram bom início, mas não mantiveram o ritmo e estão fora. Os russos avançaram e terão pela frente nas quartas os italianos Paolo Nicolai e Daniele Lupo, atuais campeões europeus.

Dessa forma, o Brasil tem apenas um time vivo na chave masculina na disputa, Alison e Bruno Schmidt, que mais cedo despacharam os espanhóis Pablo Herrera e Adrian Gavira. Os atuais campeões mundiais terão pela frente o americano Phil Dalhausser, ouro em Pequim 2008, e Nicholas Lucena, ou os austríacos Robin Seidl e Alexander Huber, em confronto que acontecerá na segunda-feira, às 23h (de Brasília)

O jogo na arena montada na praia de Copacabana, que mais uma vez esteve lotada e com ótima atmosfera, começou com Evandro parando o ataque russo no bloqueio. A partir de então, os cariocas foram se mantendo à frente, mas sofreram o empatem em 8-8 no bloqueio de Liamin para cima de Pedro Solberg.

Os brasileiros então pontuaram três vezes seguidas, mas um desafio pelo árbitro denunciou um toque de Evandro na rede, e os russos encostaram em 11-10.

Quando a situação apertava, o bloqueio resolvia, e Pedro Solberg foi quem chamou a responsabilidade para fazer 16-13. E foi com o filho de Isabel subindo muito que os donos da casa pontuaram duas vezes consecutivas, naqueles que acabaram sendo os dois últimos pontos da parcial, encerrada em 21-16.

A Rússia enfim liderou o marcador no início do segundo set. Evandro teve ótima passagem pelo saque e virou para 5-3, mas os russos retomaram a dianteira rapidamente e chegaram a 10-7, o que levou Pedro Solberg e Evandro a pedirem tempo.

A medida deu certo em um primeiro momento, já que, na parada técnica, a diferença era de um ponto. Contudo, aos poucos, foram tomando o controle das ações até ter uma vantagem de quatro, em 15-11 e depois 17-12, quando Liamin parou Pedro no bloqueio.

Da mesma maneira, ao travar o filho de Isabel, o próprio camisa 1 russo levou seu time ao match point. Com um saque para fora, Evandro permitiu que os adversário fechassem em 21-14 depois de 19 minutos.

No set de desempate, a Rússia fez 2-1 com um desafio bem sucedido após toque de Pedro no bloqueio. A situação para os donos da casa piorou quando Liamin, com ajuda da rede, abriu 6-3 com um ace.

A partir de então, apesar de todo o barulho feito pelos torcedores, os brasileiros não conseguiram voltar à disputa e perderam por 15-10, em 12 minutos, com virada de Liamin para cima de Evandro.