Pelé retira cateter de hemodiálise, mas segue sem previsão de alta

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2014 10h54

Pelé disse que escolheria o Barcelona para defender se jogasse atualmente

Pelé fala durante congresso de gestão esportiva

A saúde do Rei Pelé segue melhorando a cada dia. Em boletim médico divulgado na manhã desta quinta-feira (4), o Hospital Albert Einstein revelou que o cateter utilizado para procedimento dialítico, parte da hemodiálise que o ex-jogador vinha fazendo para manter suas funções renais em pleno funcionamento, foi retirada.

Sem grandes novidades clínicas, o tricampeão mundial com a Seleção Brasileira segue se alimentando bem e recebendo antibióticos na veia para eliminar a infecção que o levou a ser internado no dia 24 de novembro.

O melhor jogador de futebol do século 20 ainda não tem previsão de alta e continuará realizando avaliações diárias para saber se o seu único rim está em perfeitas condições.

Confira o boletim médico na íntegra:

“O paciente Edson Arantes do Nascimento (Pelé) continua com boa evolução clínica e internado em ambiente de cuidados semi-intensivos. Os resultados laboratoriais da manhã de hoje e seu exame clínico foram adequados, permitindo que o paciente não fosse submetido a uma nova terapia de suporte renal. O cateter que foi anteriormente utilizado para o procedimento dialítico será retirado agora cedo. Novas avaliações do rim continuam programadas em frequência diária. Persiste sem febre, alimenta-se bem, com medicação antibiótica endovenosa.
O Hospital fornecerá boletim assim que houver nova informação”.