Pellegrini se desculpa, mas Uefa abre processo por críticas contra árbitro

  • Por Agencia EFE
  • 21/02/2014 16h23

O técnico do Manchester CityManuel Pellegrini

A Uefa anunciou nesta sexta-feira a abertura procedimento disciplinar contra o técnico Manuel Pellegrini, do Manchester City, pelas declarações a respeito do árbitro sueco Jonas Eriksson, após a derrota para o Barcelona, por 2 a 0, na terça-feira.

O comandante, que nesta sexta se desculpou pelo ocorrido, atacou Eriksson, o chamando de imparcial, e completou dizendo que a Uefa errou ao colocar um sueco para comandar uma partida tão importante. Por causa disso, foi acusado de “violação dos princípios gerais de conduta” da entidade.

O caso de Pellegrini será avaliado na próxima sexta-feira pelo Comitê de Controle e Disciplina da Uefa.

“Talvez tenha dito algumas coisas que não queria dizer e peço desculpas por isso”, garantiu Pellegrini em entrevista coletiva concedida hoje, antes do jogo contra o Stoke City, pelo Campeonato Inglês.

As reclamações contra Eriksson vieram depois do lance que resultou em pênalti para o Barcelona, cometido por Demichelis e Messi, em que o defensor argentino acabou expulso. O City reclama de que o lance aconteceu fora da área.

Depois do jogo, Pellegrini acusou o sueco de “compensar” um erro cometido no duelo entre Barcelona e Milan.

“Quero explicar o que eu disse. Não fiz nenhuma acusação séria contra ninguém. Nem contra o árbitro, nem contra a Uefa, nem contra ninguém”, garantiu o comandante chileno.