Pentacampeão Rivaldo dispara contra Copa do Mundo: “vamos passar vergonha”

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2014 09h20
Atual presidente e jogador do Mogi Mirim

Depois de quase 12 anos, Rivaldo é um dos únicos pentacampeões que seguem ativos no futebol. Atual presidente e jogador do Mogi Mirim, o meia esteve em campo na derrota de seu clube diante do São Paulo por 4 a 0 no Morumbi, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, nesta quarta-feira (22). Com passado vitorioso na Seleção Brasileira, o atleta de 41 anos elogiou o time de Luiz Felipe Scolari, apontou o Brasil como favorito para o torneio, mas voltou a criticar fortemente os altos investimentos que o país realizou para sediar o torneio que começará no dia 12 de junho e se encerará no dia 13 de julho.

Na saída do gramado, Rivaldo falou com exclusividade à Jovem Pan e opinou sobre a realização do torneio no Brasil. “Já sabíamos que isso ia acontecer [investimentos muito altos e estádios que se tornarão “elefantes brancos”]. Falei em outras oportunidades que o Brasil não tinha condições de sedir um torneio como esse. Não quero muito dar minha opinião sobre isso novamente, mas acho que será difícil, o país vai passar muita vergonha”, disse.

“Sabemos que o Brasil tem muitas outras prioridades. Temos colégio, hospitais e presídios que precisariam ser construídos muito antes de estádios. Não precisamos investir tanto dinheiro para um evento de apenas um mês”, disparou.

Horas antes da partida, a presidente Dilma Roussef inaugurou a Arena das Dunas em Natal, estádio orçado em 400 milhões de reais, que receberá apenas quatro partidas do torneio.