Pesquisa aponta Senna como melhor de todos e desejo por leves mudanças na F-1

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2015 15h47
SÃO PAULO, SP, BRASIL, 24-03-1991: Fórmula 1: O piloto brasileiro Ayrton Senna, levana taça de campeão do Grande Prêmio Brasil, no autódromo de Interlagos, em Sao Paulo (SP). Nas últimas sete voltas, o piloto teve o câmbio de seu McLaren quebrado e usou apenas a sexta marcha. A imagem faz parte da exposiçã "Imagens de Fato - 80 Anos de Folha", no Masp (Museu de Arte de São Paulo). (Foto: Jorge Araújo/Folhapress)Contornos épicos: Ayrton Senna chegou ao seu limite físico após perder as marchas de seu carro no GP do Brasil

A Associação dos Pilotos de GPs (GPDA) realizou uma pesquisa com mais de 217 mil fãs da Fórmula 1 espalhados por 194 países de todo o mundo e as conclusões do levantamento foram bastante interessantes. Entre os dados compilados estão a escolha de Ayrton Senna como o maior piloto de todos os tempos, à frente de Michael Schumacher e Alain Prost, e o desejo por mudanças que aumentem a competitividade da maior categoria do automobilismo mundial.

O estudo conclui que mais da metade dos fãs da F-1 tem entre 25 e 44 anos, sendo que a média é de 37 anos. Mais de 75% das pessoas que participaram do estudo acompanham a categoria há mais de dez anos.

A Ferrari é a escuderia mais amada pelos fãs, seguido pela McLaren e pela Williams. Já entre os pilotos atuais, Kimi Raikkonen (Ferrari) é o preferido pelos torcedores, seguido por Fernando Alonso (McLaren) e por Jenson Button (McLaren).

O levantamento indica que 89% dos fãs desejam uma F-1 mais competitiva e que 85% entendem que a categoria precisa atingir um novo público. Em relação às regras, a maioria não deseja mudanças drásticas, mas o retorno da permissão de mais um fornecedor de pneus (80%) e do reabastecimento (60%) foram apontados como as mudanças mais desejadas.

“Sim, a Fórmula 1 está enfrentando desafios e pode ser melhorada. Mas vocês não acreditam que ela precisa de uma revolução e não querem que o show se torne artificial com medidas introduzidas simplesmente pensando no entretenimento. Em vez disso, querem as mesmas coisas que nós, pilotos: corridas puras entre os melhores corredores nos melhores carros”, disse Alexander Wurz, presidente da GPDA.

A pesquisa, que ficou online no site Motorsport.com de 22 de maio a 8 de junho, teve os fãs britânicos como participantes mais assíduos, seguidos por franceses e norte-americanos. Os brasileiros ficaram na décima posição entre os que mais participaram do levantamento.

Para conferir a pesquisa completa promovida pela GPDA, clique aqui.