Pleno do STJD agenda julgamento da expulsão de Guerrero contra o Grêmio

  • Por Jovem Pan
  • 14/10/2014 17h23

Camisa 9 do Timão participará apenas de uma dos amistosos da seleção peruana e está confirmado para decisão contra o Galo

Corinthians pede e Peru libera Guerrero de compromissos com seleção

Absolvido em primeira instância pela expulsão diante do Grêmio, na 17ª rodada do Brasileiro, o atacante Paolo Guerrero retorna esta semana ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Com a decisão de livrar o atacante do Corinthians, a Procuradoria recorreu pedindo punição por agressão. O novo julgamento será na próxima quinta, dia 16 outubro, diante dos auditores do Pleno.

No recurso interposto, a Procuradoria ressalta que o peruano foi perigoso ao desferir uma cabeçada no rosto de Alan Ruiz, quando a partida estava paralisada e que o árbitro estava próximo ao lance, tendo expulsado o jogador com um cartão vermelho direto. Desta forma, a Procuradoria pede o reparo da decisão da Terceira Comissão Disciplinar, com o intuito de condenar Guerrero nas penas do artigo 254-A do CBJD.

Na primeira instância, o centroavante corintiano foi absolvido de forma unânime pelo relator Gustavo Teixeira e os auditores Francisco Pessanha, Ricardo Graiche, Ivaney Cayres e o presidente Fabrício Dazzi.

Na última semana, Guerrero estava defendendo a seleção peruana, mas conseguiu chegar a tempo e irá para o jogo decisivo do Timão pela Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, contra o Atlético-MG, no Mineirão, em Belo Horizonte.