Polícia alemã prende “hooligan” russo acusado de agredir espanhóis

  • Por Agência EFE
  • 17/06/2016 09h56
Confronto Euro - Agência EFE

A polícia de Colônia, oeste da Alemanha, prendeu nesta quinta-feira, no aeroporto da cidade, um “hooligan” russo que tentava tomar um voo para Ibiza, o sexto do grupo que agrediu dois espanhóis.

O “hooligan” detido, um homem de 30 anos, estava no portão de embarque de um voo para Ibiza no aeroporto quando foi identificado pelos agentes da Polícia Federal alemã e acabou detido.

Segundo a polícia, a documentação apreendida mostra que o grupo voou no dia 10 de Moscou para Marselha, com o objetivo de assistir as partidas da Eurocopa, e ontem os russos pegaram um trem de Bruxelas para Colônia.

Entre os pertences encontrados com o grupo estão ingressos para os jogos contra a Inglaterra e Eslováquia, bem como objetos comuns entre os “hooligans”, como peças de vestuário para cobrir o rosto e protetor para os dentes.

Os policiais de Colônia criaram uma unidade especial para investigar o caso e nesta sexta-feira entrarão em contato com as autoridades francesas para verificar se os presos estavam envolvidos na confusão em Marselha antes do jogo entre Rússia e Inglaterra, no último sábado.

A agressão registrada em Colônia aconteceu ontem, quando dois espanhóis, acompanhados de uma mulher, distribuíam adesivos de um movimento de esquerda nos arredores da catedral, segundo informações da imprensa local.

Um grupo de “hooligans” russos bêbados, supostamente ligado a um grupo de extrema-direita, agrediu os espanhóis de forma “brutal e muito agressiva”, segundo relato de um policial.

Diversos agentes da polícia prenderam imediatamente cinco agressores, entre 26 e 30 anos.

Consultada pela Agência Efe, a polícia se recusou fornecer informações sobre o estado de saúde dos agredidos, um com ferimentos leves e outro, segundo a imprensa local, teve o septo nasal quebrado.