Polícia prende 8 jogadores da seleção cubana de vôlei na Finlândia

  • Por EFE
  • 04/07/2016 09h14

Atletas da Seleção de Cuba na Liga Mundial

Atletas da Seleção de Cuba na Liga Mundial

A polícia da Finlândia prendeu neste domingo mais quatro jogadores da seleção cubana de vôlei, o que faz com que o número total de detidos chegue a oito, por um suposto crime sexual cometido na noite de sexta-feira na cidade de Tampere.

Os oito atletas são suspeitos de estupro agravado contra uma mulher na noite de sexta em um hotel de Tampere, onde a seleção de Cuba estava instalada para a disputa de partidas pela Liga Mundial, segundo informações de policiais à imprensa local.

Após tomar depoimento da suposta vítima e realizas as primeiras investigações, a polícia prendeu três jogadores no sábado, o que os impediu de enfrentar a seleção da casa, que venceu a partida por 3 sets a 1.

Na manhã deste domingo, mais um atleta foi detido e também desfalcou a equipe da ilha na vitória por 3 a 2 sobre Portugal. Logo após o jogo, ainda no centro de esportes de Tampere, os outro quatro suspeitos foram levados.

As autoridades finlandesas se recusaram a dar outros detalhes sobre o caso até terminarem todos os interrogatórios e avançarem na investigação.

“A Polícia investiga o caso como um suposto crime grave de estupro. Não vamos dar mais detalhes sobre o caso por enquanto”, limitaram-se a dizer.

Segundo a lei do país europeu, um juiz deverá determinar em até 72 horas desde a detenção se os atletas serão liberados, mesmo que as acusações sejam mantidas, ou se ficarão presos à espera de julgamento.