Polícia sul-africana prende homem suspeito de matar goleiro da seleção

  • Por Agência EFE
  • 01/11/2014 08h19

Goleiro Senzo Meyiwa foi baleado por assaltantes e não resistiu

Senzo Meyiwa

A Polícia da África do Sul prendeu um homem suspeito de matar o goleiro e capitão da seleção de futebol do país, Senzo Meyiwa, baleado por assaltantes na casa de sua namorada no último domingo.

“O homem, Zanokuhle Mbatha (…) enfrentará as acusações de assassinato e roubo”, indicou um porta-voz do Ministério Público sul-africano, Nathi Mncube, em declarações à imprensa local neste sábado.

A Promotoria confirmou que Mbatha foi apresentado ontem às autoridades do país. Ele voltará a comparecer na Justiça no próximo dia 11 de novembro para pedir ajuda legal. O porta-voz não disse quando o suspeito foi preso.

Meyiwa, de 27 anos e também capitão do Orlando Pirates, foi assassinado com um tiro durante um assalto à casa de sua namorada, a cantora Kelly Khumalo, no leste de Johanesburgo.

Dois homens armados invadiram o local e exigiram o carro do jogador, dinheiro e outros pertencentes. Um terceiro homem participou da ação, segundo a polícia, vigiando o lado de fora da casa.