Por que não no Pacaembu? Presidente do Linense justifica jogo no Morumbi

  • Por Jovem Pan
  • 31/03/2017 14h49

José Hugo Moreira é o presidente do Clube Atlético Linense

José Hugo Moreira é o presidente do Clube Atlético Linense

O presidente do LinenseJosé Hugo Moreira, explicou por que aceitou enfrentar o São Paulo duas vezes no Morumbi pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Em entrevista exclusiva a Fausto Favara que vai ao ar no próximo fim de semana, na Rádio Jovem Pan, o mandatário disse que o clube de Lins não pode receber os quatro grandes em seu estádio e admitiu que ficou surpreso com a repercussão do caso  o Linense é acusado de ter invertido o mando da partida de ida.

“Eu até poderia esperar alguma polêmicamas confesso que me surpreendi com a dimensão que o assunto tomou”, afirmou José Hugo Moreira. “Nem para a cidade de Lins foi uma novidade”, acrescentou, referindo-se ao fato de o primeiro jogo do confronto ser realizado no estádio do São Paulo – apesar de o mando pertencer ao Linense.

De acordo com o presidente, desde 2016 o Linense está impossibilitado de sediar jogos contra Corinthians, Palmeiras, Santos ou São Paulo no seu estádio, o Gilbertão. A justificativa passa pela capacidade do estádio, que está em reformas e, hoje, não suporta o mínimo de 10 mil pessoas exigido por Federação Paulista de Futebol (FPF) e Ministério Público.

“Tínhamos muita vontade de jogar em Lins, era a nossa primeira opção... Mas, devido a essa impossibilidade, escolhemos jogar em São Paulo”, afirmou José Hugo. “Fizemos essa opção por julgar que, entre ganhos e prejuízos, haveria mais vantagem para o Linense em jogar na capital do que em outra cidade do interior. É claro que também pensamos no lado financeiro. Essa é uma oportunidade que o clube tem de fazer recursos. Não temos calendário assegurado no segundo semestre“.

Mas por que jogar no Morumbi, casa do São Paulo, e não no Pacaembuterritório teoricamente neutro? José Hugo Moreira explicou: “essa possibilidade foi cogitada, mas o problema é que tivemos de tomar a decisão em meia hora. A definição de quem iria mandar o jogo de ida aconteceu às 0h de quarta-feira, logo depois da nossa partida contra o Corinthians… E o Linense não tem o know-how e nem a capacidade de organizar um jogo no Pacaembu em 24 horas. Então, veio a proposta do São Paulo de fazer as duas partidas no Morumbi, e, em conjunto com a FPF, nós achamos a maneira mais inteligente de se fazer as coisas“.

Linense e São Paulo vão se enfrentar no Morumbi no próximo domingo, às 16h (de Brasília), pelas quartas de final do Capeonato Paulista. O confronto se repetirá no sábado seguinte, também no estádio tricolor. Os dois times entraram em acordo e vão dividir a renda líquida das duas partidas, algo que é visto pelo clube de Lins como essencial para manter o orçamento no segundo semestre.