Porto e Valencia saem em vantagem nas oitavas da Liga Europa

  • Por Agência EFE
  • 13/03/2014 17h23

No jogo de idaPorto e Napoli se enfrentam nas oitavas de final da Liga Europa

Em confronto de times eliminados na fase de grupos da Liga dos Campeões, o Porto saiu na frente do Napoli nas oitavas de final da Liga Europa vencendo o jogo disputado em Portugal por 1 a 0, enquanto o Valencia colocou um pé nas quartas ao derrotar o Ludogorets por 3 a 0 na Bulgária.

Com mais de meio time “brasileiro” no Estádio do Dragão, o Porto fez valer o mando de campo e atacou mais desde o começo. O placar já poderia ter sido aberto no primeiro tempo, aos 20 minutos, quando Carlos Eduardo aproveitou cruzamento de Jackson Martínez e cabeceou para a rede. No entanto, a arbitragem anulou o lance assinalando impedimento.

O time da casa insistia de todas as formas, o goleiro Pepe Reina ia garantindo o 0 a 0. No entanto, no começo da segunda etapa, quando o Napoli começava a sair do jogo, Jackson Martínez fez 1 a 0 para a equipe portuguesa. Quaresma cruzou, o colombiano ficou com a sobra e chutou cruzado, aos 11 minutos do primeiro tempo.

Além do meia Carlos Eduardo, ex-Fluminense, o técnico Paulo Fonseca escalou o goleiro Hélton, os laterais Danilo e Alex Sandro, o zagueiro Maicon e o volante Fernando. Entre os visitantes, o zagueiro Henrique atuou como volante, como vinha acontecendo no Palmeiras sob o comando de Luiz Felipe Scolari.

Em desvantagem, a equipe italiana até se soltou mais, mas quem esteve mais perto do gol foi o Porto, que acertou uma bola na trave. Aos 37, Reina cortou mal o cruzamento, Quintero pegou a sobra e carimbou o poste direito.

O melhor resultado entre os três primeiros duelos da fase de oitavas da Liga Europa, porém, foi obtido pelo Valencia, que mesmo jogando com um a menos por cerca de 65 minutos derrotou o Ludogorets por 3 a 0 na Bulgária, quebrando uma invencibilidade de oito jogos dos donos da casa.

O time espanhol fez 1 a 0 logo aos cinco minutos de bola rolando no Estádio Nacional Vasil Levski, em Sófia, com gol de Barragán com chute de primeira.

A situação do Ludogorets pareceu melhorar aos 24 do primeiro tempo. Keita cometeu pênalti em Bezjak, que se encaminhava para conseguir o gol de empate, e foi expulso. Mas o próprio Bezjak foi para a cobrança e Diego Alves defendeu.

Mesmo com um a menos, o Valencia continuou jogando melhor e marcou o segundo pouco depois, aos 33 minutos, Cartabia. Depois do intervalo, aos 14 minutos, Senderos deixou o dele e fechou o placar elástico.

O Ludogorets teve quatro brasileiros em campo, o lateral Junior Caiçara e o meia-atacante Marcelinho entre os titulares, o meia Juninho Quixadá e o atacante Michel entrando no segundo tempo. Quixadá jogou por apenas 18 minutos e foi expulso aos 35. No time visitante, Diego Alves começou jogando, e Jonas substituiu Cartabia na etapa final.

Desfalcado do artilheiro Alan, atacante brasileiro com mais gols na Europa na temporada, o Red Bull Salzburg empatou sem gols com o Basel na Suíça e terá que vencer a partida de volta. Uma nova igualdade na Áustria, desta vez com gols, classificará os suíços.