Portuguesa recebe intimação e tira time de campo na estreia da Série B

  • Por Agência EFE
  • 18/04/2014 20h04

Após paralisaçãoJogo da Portuguesa é interrompido; veja fotos

A Série B do Campeonato Brasileiro começou nesta sexta-feira com a Portuguesa tirando o time de campo aos 17 minutos do primeiro tempo no jogo contra o Joinville, em Santa Catarina, devido uma intimação baseada em liminar expedida na véspera, que recoloca o time paulista na elite do futebol do país.

Concorra ao livro “Libertadores – Paixão que nos une”

A decisão da juíza Adaisa Bernardi Isaac Halpern, da 3ª Vara Cível da Penha, na cidade de São Paulo, veio a partir da denúncia de um torcedor da Lusa Renato de Britto Azevedo, pedindo a manutenção da equipe na Série A, após a perda dos pontos e o rebaixamento ocorrido no ano passado, em decorrência a julgamento no STJD, devido a escalação irregular do meia Héverton, em jogo contra o Grêmio.

Em sua decisão liminar, a juíza apontou que a CBF violou os artigos 35, parágrafo 2º, e 36 do Estatuto do Torcedor, ao não divulgar em meio eletrônico a punição de dois jogos de suspensão ao meia do time paulista, decidida pela Justiça Desportiva.

A informação foi trazida a campo pelo delegado da partida Laudir Zarmiani, acatando a intimação que foi apresentada pela diretoria do clube paulista. O primeiro a ser informado foi o técnico da Lusa, Argel Fucks, que imediatamente solicitou que os atletas deixassem o gramado e se dirigissem ao vestiário.

Depois de 35 minutos de paralisação, a arbitragem decidiu encerrar a partida, diante da informação da Portuguesa de que não voltaria para o jogo em cumprimento a decisão liminar. Em seu site ou redes sociais, a CBF não se posicionou a respeito do que aconteceu na Arena Joinville.

Ontem em documento enviado a entidade recebeu pedido do clube paulista solicitando o adiamento da partida, “medida que se impõe em respeito aos clubes envolvidos, patrocinadores e público em geral”, o que não foi concedido pela CBF.

Três jogos abriram a Série B do Brasileirão. Além de Joinville e Portuguesa, às 19h30 (horário de Brasília), começaram a se enfrentar, Sampaio Corrêa e Paraná Clube, além de Vila Nova e Luverdense. Mais tarde, duelam Ponte Preta e Icasa, outra equipe envolvida em polêmica.

No início da semana, a equipe cearense conseguiu liminar para ter acesso à Série A, devido a escalação do volante Luan, do Figueirense, irregularmente, na segunda rodada da competição. A CBF, no entanto, derrubou a medida ontem.