“Posso pedir para sair”, diz Van Gaal após 4ª derrota seguida do Manchester

  • Por Agência Estado
  • 26/12/2015 15h16
Van Gaal é pressionado no Manchester United

A pressão sobre o técnico Louis van Gaal se intensificou neste sábado, com mais uma derrota do Manchester United, desta vez diante do Stoke City, por 2 a 0. Foi a quarta partida consecutiva da equipe com resultado negativo e os rumores sobre uma possível demissão do treinador só ganharam ainda mais força

O próprio Van Gaal sabe disso, admitiu a possibilidade de sair e mais, disse que ele próprio pode pedir demissão do clube. “Eu também posso pedir para sair. É algo para eu conversar com o Ed Woodward (vice-presidente do clube), não com vocês”, declarou após a partida.

Já são sete partidas seguidas sem triunfo do Manchester e os boatos sobre uma possível troca de treinador ficaram mais fortes do que nunca. Se durante a semana o nome de José Mourinho ganhava espaço no clube, agora a única certeza é que a trajetória de Van Gaal no clube está no fim se não houver uma drástica mudança nos resultados.

“Não é sempre que o clube tem que me demitir ou me dispensar. Algumas vezes eu posso fazer isso por mim mesmo. Sou eu quem quer falar primeiro com os dirigentes do Manchester United e com os membros da comissão técnica e os jogadores”, afirmou o holandês, dando sinais de que sua saída está mesmo próxima.

Precisando desesperadamente da vitória neste sábado, Van Gaal mudou a equipe e deixou até Wayne Rooney no banco. “As circunstâncias foram difíceis, não apenas as circunstâncias do vento, mas também a pressão. Esta foi a razão, na minha opinião, para a equipe não ter jogado futebol no primeiro tempo”, analisou.