Preços dos ingressos geram reclamação no Morumbi antes do jogo do São Paulo

  • Por Estadão Conteúdo
  • 26/02/2015 00h26
São Paulo goleia o Danubio por 4 a 0; veja imagens

Os preços elevados dos ingressos para acompanhar a estreia do São Paulo na Libertadores, nesta quarta-feira, irritaram o público e levaram os cambistas a cobrar valor abaixo do estipulado pela bilheteria. No comércio informal, os bilhetes eram vendidos por R$ 90 nos arredores do estádio do Morumbi, enquanto o preço oficial para entradas avulsas era a partir de R$ 120 para os setores mais baratos.

O preço fez alguns torcedores reclamarem na porta do estádio com gritos e faixas, como “R$ 120 é roubo”. O clube estipulou o valor elevado para atrair mais adesões ao programa de sócio-torcedor. Quem é associado poderia comprar entradas a partir de R$ 40. Havia também a opção de adquirir o pacote dos três jogos do time tricolor em casa pela primeira fase da Libertadores. Nessa modalidade, cada ingresso custaria R$ 100, mais a taxa de conveniência de 10%.

Essa compra de pacote também gerou problemas. Torcedores reclamaram nas redes sociais da dificuldade em encontrar atendimento por telefone e pela lentidão no site. Do lado de fora do Morumbi houve a formação de grandes filas para a troca do voucher pelo bilhete para a entrada no jogo. 

Segundo o São Paulo, esses problemas foram causados pela troca de empresa fornecedora de entradas e que também controla o acesso ao estádio. A companhia portuguesa Smartmove atuou nesse mesmo segmento em alguns estádios da Copa do Mundo e as falhas fizeram o time já ter problemas no último sábado, diante do Audax. A partida pelo Campeonato Paulista foi a primeira do São Paulo no Morumbi em 2015.