Presidente da AFA confirma que quer Sampaoli para a seleção: “Único candidato”

  • Por Estadão Conteúdo
  • 28/04/2017 14h27

Sampaoli tem contrato com o Sevilla até junho de 2018

Sampaoli tem contrato com o Sevilla até junho de 2018

A Associação do Futebol Argentino finalmente admitiu o desejo de contar com Jorge Sampaoli para o cargo de treinador da seleção nacional. Depois de muitos rumores e do Sevilla condenar o comportamento da entidade com seu técnico, o presidente Claudio Tapia confirmou o interesse e garantiu que o ex-comandante do Chile é o “único candidato” da AFA.

“Hoje, posso afirmar que ele (Sampaoli) é o nosso único candidato, mas somos respeitosos com o Sevilla, porque ele segue trabalhando lá”, declarou em entrevista à ESPN da Argentina. “Ele é o nosso eleito”.

Sampaoli foi bastante elogiado por Tapia, que o considerou a melhor opção para substituir Edgardo Bauza. O ex-técnico do São Paulo foi demitido há pouco mais de duas semanas após uma série de resultados ruins. Ele deixou a equipe nacional na quinta posição das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, que será na Rússia – colocação que dá acesso à briga por uma vaga na repescagem.

Mas se o desejo argentino é contar com Sampaoli, o Sevilla não parece disposto a liberá-lo. Recentemente, o clube informou que enviou uma carta à AFA na qual classificava como “uma falta de respeito, inaceitável” o possível assédio da entidade ao treinador, que tem contrato com a equipe espanhola até junho de 2018.

“Temos que ser respeitosos. Estamos esperando o período contratual para que possamos sentar com as pessoas do Sevilla, que na verdade estão lutando conosco. Esportivamente, eles precisam, pelo esforço que fizeram, que as coisas aconteçam da melhor maneira”, disse Tapia.

A indefinição sobre o futuro também irritou o próprio Sampaoli recentemente. “Se me perguntassem se disse ‘sim’ (para a AFA), estariam dizendo que sou treinador da seleção argentina, e isso não é verdade. Estão jogando com meu nome, relacionando a suposições, e isto me incomoda”, chegou a dizer nas últimas semanas.