Presidente da Gaviões da Fiel ironiza possível greve de jogadores

  • Por Jovem Pan
  • 04/02/2014 10h10
Presidente da Gaviões da Fiel ironia possível greve de jogadores

A invasão ao CT do Corinthians no último sábado (01) foi protagonizada por integrantes de pelos menos três torcidas organizadas do clube. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Wagner da Costa, presidente da Gaviões da Fiel, disse que o episódio foi espontâneo e organizado pelas redes sociais. Conhecido como “B.O”, o mandatário da torcida corintiana ironizou uma possível greve dos atletas, rejeitou a associção das organizadas à violência e apoiou a cobrança em cima dos atletas de Mano Menezes.

O episódio de violência do último final de semana foi atribuido principalmente às torcidas organizadas. Costa rebate essa tendência. “A violência está espalhada em toda a sociedade, quem já não deu um murro na cara do outro?”, questionou o também responsável pela escola de samba homônima à torcida.

Ainda em entrevista à publicação, Costa ironizou uma possível greve dos atletas devido à violência dos torcedores. “Repudiamos a violência e os atos de vandalismo, mas que estava na hora de fazer protesto, estava. Parece até piada, os jogadores falando em fazer greve. Eles precisam é voltar da greve, pois não estão jogando nada desde o ano passado”, disse o corintiano de 30 anos.

Ele confirmou que o principal alvo dos invasores era o trio de atacantes Alexandre Pato, Émerson Sheik e Romarinho. “O papel deles é jogar. O nosso é fiscalizar e cobrar. O torcedor paga o ingresso e não está gostando do futebol do time”, disparou.

Costa ainda fez uma analogia inusitada ao falar das reinvindicações da torcida organizada corintiana. “É como se os jogadores estivessem lá roubando o salário do Corinthians. Do mesmo jeito que a população foi para as ruas nas manifestações de junho, estamos lutando por nossos direitos”, garantiu.

Depois da invasão, o Corinthians reforçou a segurança do CT Joaquim Grava e o presidente Mario Gobbi garantiu que não haverá mais dialogo do clube com as organizadas.