Presidente do Palmeiras mira renovação com parceira e maior cuidado com gramado

  • Por Estadão Conteúdo
  • 22/12/2016 12h42
Cesar Grego/Palmeiras/Divulgação Maurício Galiotte será o 39º presidente da história do Palmeiras

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, apontou duas preocupações iniciais em sua gestão, depois de ser oficialmente empossado no lugar de Paulo Nobre. Em entrevista à Fox Sports, o dirigente disse que terá em janeiro uma conversa com os representantes da patrocinadora do clube para aparar as arestas de um relacionamento conturbado com a gestão anterior, principalmente depois que o clube tentou fazer uma camisa retrô em homenagem à antiga parceria com a Parmalat. 

A intenção de Galiotte é se aproximar de Leila Pereira, que responde pela Crefisa e FAM para prorrogar o contrato entre as partes por mais uma temporada. O vínculo termina em janeiro. A expectativa do Palmeiras é subir os investimentos em até R$ 100 milhões anuais – um salto de R$ 30 milhões. 

“O torcedor pode ficar tranquilo porque o contrato será renovado Também estamos negociando um substituto para o Gabriel Jesus. Estamos trabalhando, temos um elenco forte. Existem alguns nomes, mas não podemos comentar porque acaba comprometendo”, afirmou o novo presidente palmeirense. 

Um outro assunto urgente na agenda do presidente do Palmeiras diz respeito a melhores entendimentos com a WTorre sobre o uso do Allianz Parque e das condições do gramado. A agenda de shows do estádio privou o time nesta temporada de fazer algumas partidas importantes em sua casa e de atuar num gramado em boas condições de uso. 

O técnico Cuca, que já deixou o time, e alguns jogadores, como Dudu, reclamaram dessa condição. Galiotte pretende fazer com que a construtora entenda melhor as condições da equipe em momentos delicados da temporada, momentos em que atuar em casa é importante.

Além da procura por um substituto para Gabriel Jesus, o presidente, que vestia na cerimônia de sorteio da Libertadores, na noite desta quarta, uma gravata verde, também pontuou a necessidade de se fazer alguns ajustes no elenco, podendo liberar jogadores. Cleiton Xavier interessa ao Vitória, por exemplo. Fabiano pode retornar ao Cruzeiro.