Presidente do São Paulo afirma que Ricardo Gomes continuará em 2017

  • Por Estadão Conteúdo
  • 15/11/2016 18h07

Ricardo Gomes assumiu o comando técnico do São Paulo depois da saída de BauzaRicardo Gomes assumiu o comando técnico do São Paulo depois da saída de Bauza

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, reafirmou o desejo de continuar com o técnico Ricardo Gomes para a temporada de 2017. Em conversa informal com os jornalistas após o treino desta terça-feira, no CT da Barra Funda, o dirigente garantiu que está satisfeito com o trabalho do treinador e que ele permanecerá no cargo pelo menos até março, data da eleição presidencial.

Apesar da posição, Ricardo Gomes está longe de ser unanimidade no clube. Além da pressão da torcida, que faz questão de vaiá-lo em todos os jogos no estádio do Morumbi, o presidente convive com muita insatisfação interna. São poucos os cartolas que aprovam o trabalho do treinador. O diretor executivo, Marco Aurélio Cunha, está entre os que apoiam Leco na decisão.

Até aqui, em 16 jogos, Ricardo Gomes conquistou apenas 45,83% dos pontos. Foram seis vitórias, quatro empates e seis derrotas. O crescimento da equipe nos últimos jogos e principalmente o triunfo de 4 a 0 no clássico contra o Corinthians, no último dia 5, ajudaram na permanência do treinador para a temporada de 2017

Internamente, no entanto, o nome de Rogério Ceni continua cada vez mais forte. O ex-goleiro se prepara para ser treinador – faz até cursos na Europa – e já confirmou o desejo de treinar o São Paulo. Neste caso, para não demitir Ricardo Gomes, o técnico poderia ser deslocado para uma função como dirigente, abrindo caminho para o ídolo assumiu o time.