Preterido na disputa pelo cinturão e sem luta marcada, Jacaré desabafa: “mereço uma chance”

  • Por Daniel Keny/Jovem Pan
  • 02/08/2016 20h26
Ronaldo Jacaré

Frente ao massacre imposto a Vitor Belfort no UFC 198, em maio, parecia que Ronaldo Jacaré havia ficado bem próximo da sua primeira chance de disputar o cinturão dos médios. Com o doping de Yoel Romero, flagrado justamente após a controversa vitória sobre Jaca em dezembro do ano passado, e Chris Weidman afastado por lesão, restava apenas aguardar uma vitória do favorito e campeão Luke Rockhold contra o inglês Michael Bisping.

Mas o UFC é mesmo imprevisível. O prepotente Rockhold acabou derrotado por Bisping no UFC 199, em junho. E para o azar dos desafiantes bem ranqueados, caso de Jacaré e do próprio Rockhold, o inglês pediu para enfrentar Dan Henderson, 13º do ranking, em sua primeira defesa de cinturão. A luta vai acontecer no UFC 204, dia 8 de outubro, em Manchester. Hendo nocauteou o inglês no UFC 100, em julho de 2009, e concedeu a revanche a Bisping em luta que promete ser a sua despedida do MMA.

Diante dessa situação, Jacaré dificilmente terá um title shot em 2016. Pior: ele ficou fora inclusive do UFC 204, evento no qual desejava enfrentar um adversário do topo do ranking para se tornar o próximo desafiante dos médios, caso vencesse.

Ainda sem data confirmada para continuar a sua extensa jornada rumo ao cinturão, o lutador revelou à Jovem Pan quem seriam os adversários mais duros para o seu próximo combate: “o Rockhold está pedindo o Anderson, não faz sentido nenhum. Ele tem que pedir um cara que o credencie a lutar pelo cinturão, eu estou pronto se ele quiser. O Romero a mesma coisa”, provocou. O cubano já cumpriu a suspensão de seis meses por doping e está liberado para voltar ao octógono.

Mesmo conformado em fazer mais uma luta, o especialista em Jiu-Jitsu não esconde a decepção com as decisões do UFC. “Meu foco era lutar com o Bisping. Eu me credenciei a lutar com ele. Ganhei do Belfort, que nocauteou ele e o Dan Henderson duas vezes. Merecia uma chance de lutar pelo cinturão”, desabafou.

Jacaré também comentou as declarações do campeão inglês, que sugeriu uma luta entre ele e Anderson Silva. “Ele está falando besteira. Por que eu lutaria com um amigo meu que não está nem credenciado a lutar pelo cinturão, não está na minha frente? Ele casou a luta dele a agora quer casar a minha também. Está de palhaçada”, criticou.

Resta saber qual será a decisão de Dana White. A projeção mais lógica é que Jacaré, caso vença mais uma luta, enfim tenha o seu title shot, seja qual for o vencedor do duelo principal do UFC 204.