Primeiros atletas brasileiros chegam para os Jogos Paparan-Americanos

  • Por Lancepress
  • 02/08/2015 16h18
Parte da delegação brasileira já desembarcou em Toronto para a disputa dos jogos Parapan-Americanos

O primeiro grupo de atletas paralímpicos brasileiros que vão disputar os Jogos Parapan-Americanos chegou neste domingo a Toronto, no Canadá. A delegação desembarcou pouco antes das 6h, horário local (7h, em Brasília) procedente do Rio de Janeiro e de São Paulo. A delegação brasileira é a maior do evento, com 272 atletas, mas ainda não está completa. Nesta segunda, 3, na quarta, 5, e na sexta, 7, ainda haverá atletas do Brasil chegando à maior cidade canadense para competir no Parapan.

O Brasil tem como objetivo em Toronto repetir o desempenho das duas últimas edições do evento, no Rio, em 2007, e em Guadalajara, em 2011, quando ficou na primeira colocação no quadro geral de medalhas. Para isso, chegou ao Canadá com força máxima e contará com seus principais atletas nas 15 modalidades.

Um dos principais nomes brasileiros no Parapan, Daniel Dias mostrou confiança na participação da delegação em Toronto. O nadador foi responsável por 11 medalhas de ouro em Guadalajara, mas sabe que agora não competirá em tantas provas como há quatro anos. “Foi um número muito alto e agora não devo repetir. Além disso, o nível subiu muito no continente, mas posso prometer que vou fazer meu melhor para ajudar o Brasil no objetivo”, disse Daniel.

 

Nao tão experientes quanto o nadador, as mesa-tenistas Danielle Rauen e Jennyfer Parinos também desebarcaram com muita confiança nesta manhã. As duas são da classe 9 e esperam ser as mais vitoriosas da disputa. “Estou um pouco ansiosa, mas por já ter conquistado bons resultados em torneios muito difíceis na Europa acho que sou uma das que podem ganhar uma medalha”, analisou Danielle. Para Jennyfer, a “bagagem” em competições internacionais será um fator positivo para as brasileiras. “Aqui eu sei que haverá atletas boas, que estão se desenvolvendo rápido, mas a experiência conta muito nessas horas. Por isso acho que temos uma vantagem na classe”, disse Jennyfer.

 Além dos atletas da natação e do tênis de mesa, também vieram no primeiro grupo as seleções de bocha, tênis em cadeira de rodas, basquete em cadeira de rodas, futebol de 5, futebol de 7, goalball e tiro com arco. Nesta segunda, juntam-se a eles os competidores de atletismo, halterofilismo, vôlei sentado e rugby em cadeira de rodas. Na quarta, são os ciclistas que chegam à cidade. Na sexta, finalmente, os judocas desembarcam em Toronto e a delegação brasileira estará completa para os Jogos Parapan-Americanos.