Proposta de turcos mexe com o meia Rodriguinho, mas Corinthians faz jogo duro

  • Por Estadão Conteúdo
  • 28/01/2017 13h12
nos vestiários antes do jogo Corinthians/SP x Sao Paulo/SP esta noite no Bright House Stadiun, na cidade de Orlando, Florida/EUA, decisão da Florida Cup. Juiz: Jonathan Weiner - Orlando/Florida - 21/01/2017. Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. CorinthiansRodriguinho é monitorado pelo Fenerbahce desde o ano passado

O Corinthians recusou uma proposta feita pelo Fenerbahce, da Turquia, pelo meia Rodriguinho, mas isso não significa que as negociações estão encerradas. O jogador ficou animado com a possibilidade de ir jogar na Europa, pela questão financeira e projeção na carreira.

O meia tem contrato até o fim do ano, algo que acaba pressionando a diretoria para definir logo a sua situação, já que o atleta pode assinar um pré-contrato no meio do ano e ir embora sem que o Corinthians receba nada.

Recentemente, os empresários do atleta e dirigentes do Corinthians chegaram a conversar sobre a possibilidade de renovação de contrato e deixaram a situação encaminhada, mas ainda não assinaram um novo documento.

O Fenerbahce monitora Rodriguinho desde o ano passado, mas na última quinta-feira representantes do clube turco vieram ao Brasil para oficializar uma oferta pelo jogador. Os números não foram revelados, mas a informação que circula no time alvinegro é que o salário oferecido ao atleta, seria três vezes mais do que recebe atualmente. O Corinthians é dono de 50% dos direitos econômicos do jogador. O Capivariano tem 40% e o América-MG ficou com 10%.

Enquanto tenta segurar Rodriguinho, a diretoria ainda mantém a esperança em contratar o meia Jadson e o atacante marfinense Drogba. No caso do primeiro, os dirigentes tiveram mais uma conversa com os agentes do jogador na última sexta-feira, mas ainda não entraram em acordo. O maior problema é em relação ao tempo de contrato, pois o atleta quer três anos de vínculo e o clube aceita apenas dois.

Quanto a Drogba, tudo que poderia ser feito já aconteceu. Resta apenas o jogador conversar com a família e decidir se aceita atuar no futebol brasileiro. O Corinthians espera receber uma resposta até este domingo, mas admite que, se for necessário, esperará por mais alguns dias.