Protagonista no Barça em 2015, relembre momentos em que Neymar mereceu o top 3 da Bola de Ouro

  • Por Jovem Pan
  • 20/10/2015 12h13
Montagem/EFE Pelo quinto ano consecutivo

Pelo quinto ano consecutivo, o brasileiro Neymar figura, de forma oficial, entre os principais jogadores do planeta. Desde 2011, quando ainda defendia o Santos, que o atacante esteve entre os 23 candidatos à Bola de Ouro, que premia o melhor jogador do mundo. Em nenhuma das oportunidades, porém, o camisa 11 do Barcelona foi finalista do prêmio, tendo o quinto lugar em 2013 como sua melhor colocação na eleição.

Em 2015, porém, o craque brasileiro tem chances reais de ficar entre os três finalistas ao lado dos unânimes Messi e Cristiano Ronaldo. Para disputar o prêmio em 11 de janeiro, Neymar precisará superar nomes como o companheiro de Barça, Luís Suarez, o sueco Ibrahimovic, o polonês Lewandowski, o chileno Alexis Sanches, entre outros que figuram na lista dos 23 indicados pela Fifa.

Campeão Espanhol, da Copa do Rei, e da Liga dos Campeões – artilheiros das duas últimas -, e protagonista em momentos decisivos, o atacante comprovou dentro de campo que não seria nenhum exagero estar na final da Bola de Ouro. Cinco momentos do brasileiro no ano mostraram que Neymar pode figurar no Top 3 da premiação. Confira:

Histórico gol do título

Ao marcar o terceiro gol do Barcelona na final da Liga dos Campeões diante da Juventus, Neymar não só decretou o título espanhol, como fincou seu nome na história se tornando o primeiro jogador na história da Libertadores e da Liga com gols nas finais de ambas as competições.

Três gols, uma pintura

Em duas partidas contra o PSG nas quartas de final da Liga dos Campeões, Neymar balançou as redes três vezes. Um dos gols foi uma pintura de fora da área.

Golaço no clássico

Marcar em clássico sempre tem um peso maior. Um golaço de falta então vale demais. Foi o que Neymar fez diante do Atlético de Madrid no Espanhol.

Quatro gol e protagonismo diante do Rayo

Com Messi fora por lesão, o atacante brasileiro assumiu o protagonismo da equipe, chamou a responsabilidade e deu a vitória ao Barça sobre o Rayo Vallecano. Foram quatro gols para não deixar dúvida de que está na briga pela Bola de Ouro.

Três gols em dois jogos contra o Bayern

O complicado duelo contra o Bayern de Munique pelas semifinais da liga dos Campeões foi decidido pela genialidade de Messi e pela competência de Neymar. Foram três gols do brasileiro nos dois confrontos diante dos alemães que garantiram a classificação do Barcelona para a final da competição.