Próxima rival de Ronda descarta provocações: “respeito tudo que ela fez”

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2015 12h07
Holly Holm descartou provocar Ronda antes do duelo que acontecerá em janeiro de 2016

Próxima lutadora escalada por enfrentar Ronda Rousey no UFC, a americana Holly Holm já mostrou que o clima entre ela e a campeã dos pesos-galos do Ultimate não terá semelhanças com aquele que Ronda viveu ao enfrentar a brasileira Bethe Correia.

Em entrevista ao site TMZ, Holm, que encara Ronda no UFC 195, dia 2 de janeiro de 2016, em Las Vegas, afirmou que não pretende provocar a adversária e mostrou grande respeito e admiração pela campeã.

“Eu não faço provocações. Tudo o que eu tenho a dizer sobre Ronda é o quanto a respeito, por tudo que ela fez pela nossa categoria, pelo MMA feminino e pelas mulheres no esporte. Ela melhorou muito, se desenvolveu como lutadora, conseguiu nocautes, está invicta e mostrou que se tornou uma lutadora completa, e não uma lutadora que só tem uma chave de braço”, declarou Holly.

Elogiada por Rousey, que diz ver na próxima adversária a melhor trocadora do MMA mundial, a ex-boxeadora destacou que tem muito para evoluir, mas se mostrou contente com o elogio.

“Acho que as declarações dela sobre mim tem dois lados. São um grande elogio a mim vindo dela, mas, por outro lado, abrem caminho para que ela seja considerada a melhor trocadora do MMA caso ela me vença. Espero que eu consiga mostrar o meu melhor contra ela. Cada luta é uma chance de provar algo e de melhorar. Não me vejo como a melhor trocadora do mundo, porque sempre acho que há espaço para melhorar. Mas, sem dúvida, ela me fez um grande elogio”, afirmou.