Rachão termina em discussão entre Cuca, Omar Feitosa e Felipe Melo

  • Por Estadão Conteúdo
  • 22/05/2017 20h39
SP - FUTEBOL/PALMEIRAS/TREINO - ESPORTES - Felipe Melo, do Palmeiras, durante treino da equipe no CT Academia de Futebol, no bairro da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, nesta segunda-feira, 22. Os jogadores se preparam para partida contra o Atlético Tucumán, na quarta-feira (24), pela Copa Libertadores da América. 08/12/2016 - Foto: BRUNO ULIVIERI/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDOContido por Cuca

O treino do Palmeiras desta segunda-feira terminou em discussão entre o técnico Cuca, o volante Felipe Melo e o preparador físico Omar Feitosa. O motivo seria uma divergência no placar do “rachão”, treinamento descontraído realizado no final da tarde na Academia de Futebol.

Embora tenha sido considerada “corriqueira” por pessoas próximas à comissão técnica, a discussão deixou o técnico Cuca incomodado por ter acontecido diante da imprensa, que acompanhava a entrevista coletiva do volante Thiago Santos.

Após o auxiliar Cláudio Prates apitar o final do treino, Felipe Melo, Cuca e Omar Feitosa discutiram no gramado. Os jogadores Egídio e Mayke tentaram diminuir o tom. Cuca se encontrou com o preparador no caminho para o vestiário. Irritado, o treinador deu uma bronca no preparador, gesticulou e entrou. Depois, reapareceu para pedir, novamente, a entrada de Omar. A discussão se encerrou na parte interna da Academia de Futebol.

Antes do rachão, Thiago Santos treinou no lugar de Felipe Melo e será titular contra o Atlético Tucumán, pela Copa Libertadores. De acordo com o jogador, a preparação para o jogo desta quarta-feira já começou no domingo, quando o Palmeiras foi derrotado pela Chapecoense, fora de casa.

“Ele (Cuca) chamou, falou para eu e o Tchê Tchê ir entrosando e que no jogo da Libertadores iríamos jogar juntos”, disse o volante em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira.