Rafael Cabral não segura Young Boys, e Napoli perde a primeira na Liga Europa

  • Por Agência EFE
  • 23/10/2014 18h40

O Young Boys derrotou o Napoli por 2 a 0 e quebrou a invencibilidade dos italianos

Torcida do Young Boys em duelo contra o Napoli

Convocado por Dunga nesta quinta-feira para amistosos da seleção brasileira contra Turquia e Áustria, o goleiro Rafael Cabral não conseguiu evitar a derrota do Napoli para o Young Boys por 2 a 0, na Suíça, em jogo válido pela terceira rodada do grupo I da Liga Europa.

De acordo com estatísticas da Uefa, o time da casa finalizou sete vezes, acertando o gol três vezes e marcando em duas oportunidades na etapa complementar, primeiro com o atacante francês Guillaume Hoarau aos 7 minutos, e depois com o volante Leonardo Bertone, aos 48, em contra-ataque mortal.

Além de Rafael Cabral, o volante Jorginho atuou pela equipe italiana hoje, ficando em campo até os 30 da etapa final, até ser substituído pelo meia-atacante espanhol José Callejón.

O resultado negativo foi o primeiro de um time italiano nesta edição da competição. O Napoli com a derrota segue com seis pontos, e agora tem a companhia do próprio Young Boys na ponta. Quem também chegou aos seis pontos foi o Sparta Praga, que derrotou fora de casa o Slovan Bratislava por 3 a 0.

Outro atleta integrante da lista de Dunga, Luiz Gustavo teve sorte muito diferente, inclusive marcando um dos gols da vitória do Wolfsburg sobre o Krasnodar, fora de casa, por 4 a 2. O volante fez o terceiro do time alemão. Já o meia-atacante Wanderson, ex-Fortaleza, anotou o segundo dos anfitriões.

Com o resultado, os “Lobos” subiram para a segunda colocação do grupo H, com quatro pontos, um atrás do Everton, que fora de casa não saiu do empate sem gols com o Lille, em duelo marcado por brigas envolvendo torcedores antes de a bola rolar, no entorno do estádio Métropole.

Atual campeão da competição, o Sevilla tropeçou, ao empatar com o Standard de Liège, na Bélgica, em 0 a 0. Apesar do resultado, a equipe manteve a ponta do grupo G com cinco pontos. O Rijeka, da Croácia, assumiu a segunda colocação ao bater o Feyenoord por 3 a 1, com três gols do centroavante Andrej Kramaric.

Na Grécia, pelo grupo K, a Fiorentina alcançou 100% de aproveitamento ao vencer o PAOK Salônia por 1 a 0, graças a gol do peruano Juan Vargas, aos 38 minutos do segundo tempo, em jogo que o goleiro Neto, também chamado por Dunga, ficou no banco, devido rodízio estabelecido pelo técnico Vincenzo Montella.

No outro confronto da terceira rodada da chave, o Guingamp empatou fora de casa com o Dínamo Minsk em 0 a 0, e com isso se isolou na segunda colocação, com quatro pontos.

No grupo L, em que o líder Légia Varsóvia venceu ontem, fora de casa, o Metalist Kharkiv por 1 a 0, o Trabzonspor superou em casa hoje o Lokeren por 2 a 0, ficando sozinho na segunda posição, com seis pontos, três atrás do primeiro colocado.

No grupo J, o então líder Dínamo de Kiev, do lateral-direito Danilo Silva, foi batido fora de casa pelo AaB, da Dinamarca, por 3 a 0, ficando as duas equipes com seis pontos. A ponta agora é do Steaua Bucareste, que venceu dentro de seus domínios o Rio Ave por 2 a 1, com dois gols do artilheiro da competição, Raul Rusescu.