Raikkonen diz que temporada ruim não foi surpresa e projeta melhora “em tudo”

  • Por Jovem Pan
  • 14/12/2014 16h24

O finlandês Kimi Raikkonen foi elogiado por diretor da Ferrari EFE Kimi Raikkonen

Kimi Raikkonen teve um ano de 2014 de pouquíssimos momentos bons na Fórmula 1. O finlandês não conseguiu pegar um pódio sequer desde 2001, quando fez sua estreia na principal categoria do automobilismo mundial, e terminou o Mundial de Pilotos apenas na 12ª colocação, pior posicionamento de sua carreira na F-1, com apenas 55 pontos somados.

Após passar 2012 e 2013 na Lotus e, na escuderia britânica, vencer corridas, o atual profissional da Ferrari destacou que, apesar de tudo, a temporada ruim não foi surpresa para ele.

“Obviamente com o novo time eu esperava que fosse difícil por causa da forma como as coisas funcionam. Se o carro não se encaixa com você, e passei por situações similares fora da Ferrari, não é fácil mudar as coisas quando essas não estão corretas para você”, disse.

Mesmo reconhecendo todos os problemas, Raikkonen crê que muita coisa será diferente no ano que vem.

“Ao longo do ano eles têm um plano claro do que precisamos mudar para retornarmos onde a Ferrari deveria estar. Sinto que todas as áreas vão passar por grandes melhorias. É triste que tenhamos passado por um ano como esse porque não é bom para mim, para a Ferrari ou para os torcedores da Ferrari, mas faz parte do jogo”, falou. “Não é a primeira vez que passei por dificuldades. Você só precisa tirar o melhor disso e ter certeza que eles não voltaram no futuro”, prosseguiu.

Campeão mundial de Fórmula 1 em 2007, o piloto finlandês ressalta, entretanto, que o fato de a Ferrari não estar brigando por título acaba fazendo com que a temporada, para ele próprio, seja menos custosa do que para a equipe em si.

“Tive temporadas difíceis antes e, não importa, é assim mesmo. Quando você não está brigando pelo campeonato, não faz diferença. Foi somente difícil o tempo todo, de forma geral”, finalizou Raikkonen.