Ralf e Guerrero admitem pressão em derrota na Arena Corinthians

  • Por Jovem Pan
  • 19/05/2014 08h22
SÃO PAULO, SP, 18.05.2014: BRASILEIRO/CORINTHIANS x FIGUEIRENSE - - Partida entre Corinthians x Figueirense, válida pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol 2014, no Arena Corinthians (Itaquerão), em São Paulo. (Foto: Joel SilvaCorinthians perde para Figueirense em 1º jogo oficial da Arena

Na inauguração oficial da Arena Corinthians, o clube da casa não conseguiu fazer prevalecer o mando de campo e acabou derrotado por 1 a 0 pelo Figueirense, neste domingo, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Insatisfeito com o resultado e com o desempenho do time comandado por Mano Menezes, o centroavante Paolo Guerrero admitiu que a ansiedade foi fator fundamental para o revés em território paulista.

“Havia essa pressão para ganhar o primeiro jogo e completar essa grande festa que foi feita. Tomamos o primeiro gol e depois tivemos dificuldades para marcar. Mesmo que o Figueirense esteja em má fase, sabíamos que seria difícil ganhar essa partida pela pressão que foi criada por ser a inauguração. Já devemos começar a pensar no próximo jogo”, afirmou o atacante.

Apesar de contar com os meio-campistas Jadson e Renato Augusto entre os titulares, o Corinthians encontrou grandes dificuldades na criação de jogadas e acabou levando pouco perigo ao gol defendido por Tiago Volpi. Já a equipe catarinense, que não havia marcado nenhum gol no torneio, balançou as redes com Giovanni Augusto, aos três minutos da etapa complementar, e garantiu seus primeiros pontos na competição nacional.

“Há essa ansiedade no primeiro jogo, mas isso já havia sido alertado pelo Mano. Eles fizeram o que já esperávamos, jogaram recuados e não conseguimos furar o bloqueio. Além disso, o goleiro deles fez algumas boas defesas. Não era o resultado que planejávamos”, encerrou o volante Ralf.

Com a derrota, o Corinthians permaneceu com oito pontos e caiu para oitava colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, tendo três pontos de desvantagem em relação ao líder, Internacional. O time alvinegro volta a entrar em campo nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), quando mede forças com Atlético-PR, no Canindé.