Reedição de finais, tabu e clássicos apimentam as oitavas da Copa do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2015 20h16
Oitavas de final da Copa do Brasil repetem confrontos envolvendo os quatro grandes paulistas

Com os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil definidos, é possível lembrar diversas curiosidades e histórias relacionadas a eles. Estarão frente a frente protagonistas de finais de edições passadas, grandes rivais e duelos de “Davi e Golias”. O Jovem Pan Online separou alguns fatos interessantes sobre os principais encontros desta fase do torneio nacional para esquentar o clima para as partidas.

Repetição de decisões

Duas finais de Copa do Brasil se repetirão nas oitavas de final da edição 2015. Vasco e Flamengo se enfrentaram na decisão em 2006, e o rubro-negro se deu melhor: vitória por 2 a 0 na ida, como mandante, e por 1 a 0 na volta. Já Palmeiras e Cruzeiro disputaram o troféu em duas oportunidades. Em 1996, a Raposa mostrou poder de reação nas duas partidas e, com um empate em 1 a 1 em Minas e uma vitória por 2 a 1 em São Paulo, levou o caneco. O troco veio dois anos depois: o Palmeiras de Felipão venceu por 2 a 0 no Morumbi após perder por 1 a 0 na ida e foi campeão.

Clássicos regionais

A Copa do Brasil proporcionará dois clássicos que prometem pegar fogo nas oitavas de final. O Flamengo pegará o Vasco, enquanto o Corinthians tentará passar pelo Santos. Curiosamente, os quatro times decidiram finais de campeonatos estaduais recentemente. No Carioca de 2014, o rubro-negro venceu o cruzmaltino. Em 2013, o Timão de Tite bateu o Peixe na decisão do Paulistão.

Mais um mata-mata entre os rivais alvinegros

Nos últimos seis anos, os rivais Santos e Corinthians se enfrentaram em partidas de mata-mata em três oportunidades. Duas delas foram no Campeonato Paulista: em 2011, o Peixe foi campeão ao empatar sem gols no Pacaembu e vencer na Vila por 2 a 1; dois anos depois, o Timão, com uma vitória em casa e um empate fora, deu o troco. Já na Libertadores de 2012, os dois alvinegros se enfrentaram na semifinal. O Santos, vencedor do torneio em 2011, perdeu em casa com gol de Sheik. Na volta, o empate em 1 a 1 deu a vaga na final ao time de Tite.

Vida fácil para o Tricolor (na teoria)

Se depender do histórico de confrontos com o Ceará, o São Paulo tem tudo para passar às quartas de final. A vantagem do time paulista é incontestável: são 11 vitórias, contra 3 empates e 3 derrotas. Na única vez em que se enfrentaram na Copa do Brasil, em 2001, na segunda fase, o São Paulo goleou por 4 a 1 em Fortaleza e decidiu a parada sem necessidade do jogo de volta. Na última partida entre os dois, o Tricolor venceu o Vovô por 4 a 0 pelo Campeonato Brasileiro de 2011, com gols de Juan, Piris, Casemiro e Rivaldo (assista aos gols no vídeo abaixo).