Renan Barão passa mal, desmaia, vai a hospital e está fora do UFC 177

  • Por Jovem Pan
  • 29/08/2014 20h44

Campeão da categoria peso-galo está invicto há 32 lutas

Reprodução/Instagram Renan Barão coloca cinturão em jogo no UFC 173

O lutador brasileiro Renan Barão passa mal, desmaia e não fará mais a revanche contra o americano TJ Dillashaw no UFC 177. A luta iria acontecer neste sábado, em Sacramento, na Califórnia, o embate valeria o cinturão dos galos. Pouco antes da pesagem desta sexta-feira, o brasileiro passou mal, devido a perca repentina de peso, e foi levado a um hospital da cidade. O UFC confirmou, por meio de seu Twitter, a exclusão do brasileiro do confronto e escalou o americano Joe Soto, ex-campeão do Bellator e estreante no UFC, para a luta principal do evento. Soto já ia participar do evento, porém no card preliminar.

De acordo com a emissora de televisão Combate, Barão sentiu tontura quando estava passando por um processo para perda de peso na banheira do seu quarto no hotel. O lutador, então, perdeu os sentidos e bateu a cabeça ao cair. Barão foi levado por uma ambulância ao hospital e recebeu soro na veia. Ele foi liberado pelos médicos e já passa bem, mas foi proibido de participar da luta. O UFC correu contra o tempo para conseguir um adversário para o dono do cinturão, TJ Dillashaw. Em maio, o americano venceu Barão por nocaute e conquistou o título da categoria.

Os problemas médicos com Barão foi apenas o último do estranho UFC 177. O evento passou por diversas alterações em seu card principal, entre elas a mudança do antigo evento co-principal entre Demetrious Johnson e Chris Cariaso para o UFC 178, e já sucedeu um evento que acabou cancelado, o UFC 176, que teria José Aldo x Chad Mendes como luta principal.