Renato Augusto brilha, Corinthians derrota Bragantino e vai às quartas

  • Por Jovem Pan
  • 03/09/2014 23h58

Renato Augusto fez o primeiro gol e foi o destaque na vitória do Corinthians sobre o Bragantino

Renato Augusto comemora gol do Corinthians contra o Bragantino

Após perder a partida de ida pelo placar de 1 a 0, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), o Corinthians entrou em campo na noite desta quarta-feira (3), na Arena Corinthians, carregando o peso nas costas de precisar reverter a vantagem do Bragantino para buscar a classificação em casa. Jogando um bom futebol desde o início do primeiro tempo, o alvinegro de Parque São Jorge logo tratou de tirar essa responsabilidade de suas costas e derrotou os representantes de Bragança Paulista pelo placar de 3 a 1

Com o resultado positivo, o Corinthians elimina o Bragantino da Copa do Brasil e avança para as quartas de final do torneio, que dá vaga na fase de grupos da Copa Libertadores 2015 ao campeão.

Nos 20 primeiros minutos da etapa inicial, o Corinthians já abriu 3 a 0 no placar. Renato Augusto fez o primeiro gol e ainda cobrou dois escanteios com perfeição para Ralf e Felipe ampliarem a vantagem do clube paulista. Já no final do segundo tempo, após cobrança de falta, Guilherme Mattis descontou de cabeça e fez o gol de honra do Bragantino.

Agora, o Corinthians aguarda a definição do confronto entre Palmeiras e Atlético-MG para conhecer seu adversário das quartas de final da Copa do Brasil. No jogo de ida, disputado no Pacaembu, o Palmeiras perdeu por 1 a 0. A partida que define o classificado será nesta quinta-feira (4), às 20h (de Brasília), quando o Palmeiras mede forças com o Atlético-MG no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

O próximo compromisso do Corinthians será neste domingo (7), às 16h, quando a equipe tem pela frente o Criciúma, fora de casa, no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC). O jogo é válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo – A partida começou muito movimentada e o Corinthians, desde os primeiros minutos, mostrava um bom ímpeto ofensivo, jogava com vontade, já que sabia que precisaria correr atrás do resultado.

Os donos da casa não demoraram a abrir o placar. Logo aos três minutos, Renato Augusto recebeu belo cruzamento de Romarinho, da direita, e mandou uma pancada de primeira, da entrada da área. O chute, indefensável, só parou no fundo do gol defendido por Marcelo Henrique.

Sem deixar o Bragantino respirar, o Corinthians partiu para cima e o segundo gol foi questão de tempo. Com 14 minutos no cronômetro, Renato Augusto cobrou escanteio da esquerda e, contando com falha da zaga da equipe de Bragança Paulista, Ralf subiu e cabeceou para o gol, fazendo 2 a 0.

Cinco minutos mais tarde, o Timão já tinha três gols de folga no marcador. E o terceiro saiu em novo escanteio. Renato Augusto bateu, Felipe subiu sozinho e testou firme para deixar o placar mostrando 3 a 0. Outra falha da defesa do Bragantino.

Já com a classificação bem encaminhada, o Corinthians buscou o quarto gol e quase marcou aos 27. Após boa jogada de Renato Augusto, Bruno Henrique tocou para Luciano, ele deu passe de calcanhar para Fábio Santos e o lateral fez o cruzamento da esquerda. Romarinho, no meio da área, concluiu de calcanhar e mandou por cima do gol.

O Bragantino desceu algumas vezes ao ataque, mas, invariavelmente, as jogadas não deram certo para o Massa Bruta. A melhor chance da equipe visitante na etapa inicial foi aos 48 minutos, quando Geandro arriscou um forte chute de fora da área e obrigou Cássio a espalmar para escanteio.

O primeiro tempo terminou com um verdadeiro show do Corinthians, muito por conta da excelente atuação de Renato Augusto, e três gols de folga no placar. O Bragantino, que venceu o jogo de ida por 1 a 0, precisaria marcar ao menos dois gols no segundo tempo para se classificar.

No segundo tempo, o Bragantino melhorou dentro de campo, mas não conseguiu levar perigo ao gol do Corinthians nos primeiros dez minutos de jogo. Aos 11, Geandro arriscou mais uma vez de longe e obrigou Cássio a intervir para evitar o primeiro gol do time interiorano.

O Bragantino continuou com a bola por bastante tempo, trocou muitos passes, mas sofreu com a ajustada marcação corintiana, que impediu que chances de perigo fossem criadas.

Aos 27 minutos, Geandro, único jogador do Bragantino que vinha levando algum perigo à meta corintiana, arriscou chute, mas mandou para fora.

A equipe visitante insistiu muito no ataque, e ainda conseguiu fazer o gol de honra, aos 44 minutos, quando Guilherme Mattis cabeceou após falta cobrada por Geandro e diminuiu o placar para 3 a 1. Apesar disso, o Bragantino foi eliminado da Copa do Brasil.

A inspirada atuação do Corinthians no primeiro tempo foi determinante e 45 minutos foram suficientes para o alvinegro de Parque São Jorge confirmar a classificação. Festa na Arena Corinthians!