Reservas do Santos afastam zebra e vencem o Londrina pela Copa do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2015 21h22
SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. ,,15.04.2015:SANTOS-LONDRINA - O jogador Elano do Santos comemora gol durante partida entre Santos x Londrina, em partida válida pela Copa do Brasil 2015, no estádio Martins Pereira em São José dos Campos, SP, nesta quarta-feira (15). (Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Folhapress) Folhapress Elano marcou o gol que deu a vitória ao Santos e

Como disse o técnico santista Marcelo Fernandes antes da partida, não seria uma noite fácil para o Santos. Ainda mais jogando com um time reserva diante de um adversário aguerrido. Mas o principal foi conquistado: com gol de Elano, o Peixe venceu a equipe paranaense por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (15) e conseguiu a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil, repetindo o placar do jogo de ida, no Paraná.

A partida começou bem movimentada. Logo no primeiro minuto, Gustavo Henrique fez falta, levou o cartão amarelo e se machucou no lance, tendo de ser substituído. Não faltou vontade e correria de ambos os lados, o que ajudou a despistar a deficiência técnica das equipes. O Peixe, formado quase todo por reservas, tinha dificuldades para criar jogadas, enquanto o Londrina parava em suas próprias limitações. As finalizações só saíram de fora da área até o fim do primeiro tempo.

Aos 40 minutos, o Londrina levantou uma bola na área, Vladimir espalmou e Dirceu completou no rebote. O gol foi evitado por Cicinho, de cabeça, em cima da linha. Na sequência, novo cruzamento e cabeçada que desviou em Werley e pegou na trave esquerda. Por pouco o Santos não foi para o intervalo em desvantagem.

O susto logo ficou no passado. Com quatro minutos de bola rolando no segundo tempo, Elano cabeceou firme, totalmente livre, após cobrança de escanteio, para acertar o ângulo. De nada adiantou as tentativas da defesa e do goleiro Vitor para tirar. O Peixe finalmente conseguiu o gol que ampliava sua vantagem e obrigava o Londrina a virar o placar com três gols para se classificar.

O time paranaense, mesmo sabendo da dificuldade de sua missão, ainda tentou descontar, mas sem eficiência. O alvinegro, por sua vez, falhou na hora de aproveitar os contra-ataques, especialmente por conta da má atuação de Gabriel. A consequência disso foi uma partida arrastada até o apito final.

A vitória levou o Santos à próxima fase da Copa do Brasil, onde enfrentará outro clube paranaense, o Maringá.