Revelado no São Paulo, Tatu fez fama nos EUA jogando futebol indoor

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2014 17h28

Revelado no São PauloTatu fez fama no futebol indoor dos Estados Unidos

Antonio Carlos Pecorari, ou simplesmente ‘Tatu’, não é conhecido por muitos fãs de futebol, mas muitos são-paulinos com certeza devem lembrar desse nome. Começando sua carreira no São Paulo, bem no começo da década de 1980, e tendo ido posteriormente para os Estados Unidos jogar futebol indoor, Tatu iniciou sua trajetória na América do Norte atuando no Tampa Bay Rowdies, equipe no qual ele atuou tanto no futebol de campo quanto no futebol indoor, e depois foi para o Dallas Sidekicks, onde tornou-se ídolo.

 Em entrevista a Vander Luiz, da rádio Jovem Pan, Tatu, que ainda mora nos Estados Unidos, falou sobre sua ida para o país e explicou como tudo se concretizou.

“Foi uma situação difícil para mim. O meu primeiro ano, o segundo ano foram bons, o ponteiro machucou e eu tive a oportunidade de jogar uns jogos, fui bem, e então aconteceu esse negócio dos Estados Unidos. Para o São Paulo, era um bom negócio, pois eles queriam abrir o mercado para mandar jogadores para cá. O povo americano me tratou como um filho e acabei me casando aqui, tendo filho aqui nos Estados Unidos. Ao Brasil, eu vou mais quando estou em férias”, disse.

Ex-atleta dos Sidekicks, Tatu falou mais sobre seu apelido, que surgiu por causa de seu pai, e explicou por que o nome fez sucesso entre os torcedores locais.

“Tattoo, da Ilha da Fantasia (Fantasy Island), eu dou atenção ou não. O que ajudou é que não tem muita gente que tem o apelido de Tatu. No começo da minha carreira, eu tentei usar o nome Pecorari, mas não deu certo. Tentei usar Antonio Carlos, e também não foi bem. Então Tatu marcou. E se você traduzir para o inglês, é o armadillo, e eles têm aqui. Todo aniversário meu eu recebia tatus de todos os tamanhos”, explicou Tatu, lembrando o carinho dos torcedores.

Autor de vários gols memoráveis para o torcedor do Dallas Sidekicks, Tatu teve sua lendária camisa 9 aposentada e o atacante se lembra da celebração com bastante nostalgia.

“Foi no ano passado. Foi um festival muito bonito e foi uma coisa emocionante para mim. As minha família, os meus meninos e a minha menina assistiram a cerimônia e tudo. Trouxeram todos os jogadores do passado. Foi uma coisa maravilhosa”, contou. “Para mim é um prazer ser brasileiro e representar o nosso país aqui. Às vezes o americano esquece que o brasileiro é brasileiro, não é mexicano ou coisa assim. Então fico muito feliz de representar o Brasil aqui nos Estados Unidos”, ressaltou Tatu, que também falou sobre a transferência do goleiro Julio Cesar, que vai atuar na Major League Soccer pelo Toronto FC.

“O nível daqui não é o nível como é no Brasil. A equipe do Toronto é muito boa. A torcida invade o campo. Todo jogo tem capacidade máxima. O nível vai ser difícil para ele manter certo tipo de nível que ele tinha, mas cho que ele vai estar bem”, opinou.