À revista, Bruno admite tentativa de suicídio na cadeia

  • Por Jovem Pan
  • 28/03/2014 15h52

Condenado a mais de 22 anos de prisãoGoleiro Bruno

Em entrevista a edição de abril da revista “Placar”, o goleiro Bruno revelou que tentou cometer suicídio na prisão localizada na região de Contagem, em Minas Gerais, onde cumpre pena pela morte de Eliza Samudio. Além disso, o ex-jogador do Flamengo reafirmou o seu desejo de voltar a jogar por uma equipe profissional.

“Tentei o suicídio. Amarrei o lençol na ventana, que é alta, coloquei no pescoço e saltei. Mas a corda arrebentou e eu caí no chão. Olhei para o lado e tinha uma bíblia, que um policial tinha me dado ainda no Rio de Janeiro. Foi Deus que não permitiu que eu me matasse”, contou em trecho da conversa.

Bruno ressaltou que não tem regalias por ser atleta de futebol, dizendo que paga um preço muito alto por ser famoso.

Condenado a pouco mais de 22 anos de prisão, o goleiro de 29 anos assinou contrato com o Montes Claros e seus advogados esperam por uma difícil liberação da Justiça. Ele revela que não sobrou muito dinheiro e que não levaria uma vida confortável quando saísse.