Ricardinho elogia Lucas Lima e nega passagem ruim pelo São Paulo: “faltaram títulos”

  • Por Jovem Pan
  • 06/09/2015 14h41
ORG XMIT: 541901_0.tif O jogador Ricardinho, do Atlético-MG, durante treino no CT Cidade do Galo, em Vespasiano, pelo Campeonato Brasileiro 2010, região metropolitana de Belo Horizonte. (Vespasiano, MG, 20.07.2010. Foto de Alexandre Guzanshe/Fotoarena/Folhapress)Ricardinho negou ter problemas com Rogério nos tempos de São Paulo e destacou carreira do goleiro

Muito se fala da falta de meias criativos e inteligentes no futebol brasileiro. Ricardinho, campeão brasileiro por Corinthians e Santos, foi um deles. Agora treinador, ele aponta o santista Lucas Lima como um jogador com essas características e pede uma mudança nas categorias de base para que não seja o único. Em entrevista à Rádio Jovem Pan, Ricardinho relembrou também sua passagem pelo São Paulo, e se defendeu das críticas que recebe desde então.

“ O que aconteceu foi que no Corinthians eu joguei quase cinco anos e conquistei muitos títulos. No São Paulo esperava-se isso também, e ficamos em primeiro na primeira fase, mas fomos eliminados pelo Santos no mata-mata. Existia a responsabilidade de conquistar títulos, e o time era bom, mas não conseguiu”, disse o ex-meia. “Somado a isso tem eu ter vindo do rival. Tem muitas notícias e pouca observação dos números. Se analisar vitórias, gols e assistências, meus números no São Paulo fomos muito bons, mas não tivemos a oportunidade de conquistar títulos”.

Para Ricardinho, é preciso formar jogadores mais modernos e criativos nas categorias de base. “Nós precisamos formar essa característica nos jogadores, temos muito poucos com essa característica. O último que podemos citar hoje é o Lucas Lima, que gosta de trabalhar a bola, trata bem a bola, e isso faz a diferença para o Santos”, analisou, lembrando também do conceito de “volante moderno”. “Em 1998, o Vampeta já fazia o que hoje muitos treinadores falam, que é o volante chegar ao ataque. Ele ia e voltava com liberdade, e fez isso durante muitos anos”.

Hoje treinador, Ricardinho, que foi campeão pernambucano com o Santa Cruz no primeiro semestre, quer seguir na profissão, mas em trabalho de longo prazo. “Estou aguardando um outro projeto. No futebol brasileiro temos muitas oportunidades sem projetos, e eu não trabalho dessa forma. Estou esperando um projeto que seja sólido, que seja interessante. Tivemos um trabalho legal no primeiro semestre, fomos campeões pernambucanos. Se surgir uma proposta nova eu vou analisar e dar sequência na carreira”, concluiu.