Rivais na semi, Juve e Real têm um ídolo em comum: um tal de Zinédine Zidane

  • Por Jovem Pan
  • 04/05/2015 15h31
Zidane foi multicampeão tanto no Real Madrid quanto na Juventus

No futebol globalizado, é normal os clubes terem ídolos estrangeiros. A italiana Juventus e o espanhol Real Madrid, por exemplo, têm um astro francês como ídolo. Zinédine Zidane brilhou tanto em Turim quanto em Madrid, onde se projetou para o mundo, conseguiu um lugar na Seleção Francesa e colocou seu nome na história do futebol.

Seus dois ex-times são adversários na semifinal da atual edição da Liga dos Campeões da Europa, e a história deste duelo começa a ser escrita nesta terça-feira (05), às 15h45. Já a história de Zidane em dois dos maiores clubes do planeta já está bem escrita. Veja como foi a passagem do craque em cada um deles.

Juventus (1996-2001). Zidane chegou a Turim com 24 anos e o peso das comparações com Michel Platini, meia francês que fez sucesso na Velha Senhora. Como de costume, ele não sentiu a pressão e conquistou grandes títulos pelo time italiano: Supercopa da Europa, Campeonato Italiano (duas vezes) e Supercopa da Itália. Em 1997, passou perto da conquistar a Liga dos Campeões, mas o Borussia Dortmund acabou derrotando a Juve na final.

Foi também nesse período que Zidane brilhou pela França, conquistando a Copa do Mundo de 1998 (em cuja final, contra o Brasil, marcou dois gols) e a Eurocopa de 2000. Este último título lhe ajudou a ser premiado como o melhor jogador do mundo em 2000 pela segunda vez (a primeira foi em 1998. Pela Juventus, disputou 209 partidas e marcou 31 gols.

Real Madrid (2001-2006). Apesar de ter dito que só sairia da Juve para jogar no Olympique de Marselha, seu time de coração, Zidane não resistiu a uma proposta do Real Madrid e foi vendido por 70 milhões de euros (até 2009, a contratação mais cara da história). O alto investimento valeu cada centavo. Com a camisa merengue, o francês se consolidou como craque indiscutível e lenda do futebol mundial.

Junto com estrelas como Ronaldo, Roberto Carlos e Raul, Zidane conquistou duas Supercopas da Espanha, um Campeonato Espanhol e uma Liga dos Campeões. Foi eleito, também, o melhor jogador do mundo pela terceira vez, em 2003. Disputou 225 partidas e marcou 49 gols pelo clube espanhol.

Nesta semifinal, Zidane deve torcer pelo Real Madrid. Depois de sua aposentadoria, ele iniciou no clube sua carreira como treinador, sendo auxiliar entre 2013 e 2014 e técnico do Real Madrid Castilla (espécie de time B), cargo que ocupa atualmente.