Rivais por vaga à semi, Corinthians e Botafogo já decidiram Paulista; relembre

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2017 16h10

Corinthians foi campeão paulista em 2001 sobre o Botafogo-SP

Corinthians foi campeão paulista em 2001 sobre o Botafogo-SP

Corinthians e Botafogo-SP vão se enfrentar neste domingo, às 16h (de Brasília), em Itaquera, por uma vaga à semifinal do Campeonato Paulista. O jogo tem enorme importância, mas não será o maior da história entre as duas equipes. Há 16 anos, Corinthians e Botafogo-SP simplesmente decidiram o principal Estadual do Brasil. 

Em 2001, o Corinthians, então comandado por Vanderlei Luxemburgo, contava com nomes como Kléber, Marcos Senna, Marcelinho Carioca, Ricardinho, Paulo Nunes, Gil e Éwerthon. Já o Botafogo-SP, do técnico Lori Sandri, tinha jogadores como DoniJadílson, Luciano Ratinho, Leandro e Robert.  

Na final, disputada em dois jogos, o time alvinegro levou a melhor: venceu em Ribeirão Preto por 3 a 0 e empatou sem gols em um Morumbi com mais de 80 mil pessoas. Foi o 24º título paulista da história do Corinthians, que, dias antes, havia levado a Fiel à loucura com o gol de Ricardinho nos minutos finais da semi contra o Santos. 

“Aquela final com o Botafogo-SP foi muito difícil”, relembra o ex-zagueiro Batata, em entrevista exclusiva a José Manoel de Barros, para a Rádio Jovem Pan. “É sempre duro jogar em Ribeirão Preto, e aquele time do Botafogo-SP tinha Doni, Luciano Ratinho, Robert, Leandro… Mas, como o Corinthians tinha uma equipe bem montada, sabíamos que teríamos totais condições de ganhar o título. Conseguimos um grande resultado no primeiro jogo e depois empatamos no segundo“.

O nome da partida em Ribeirão Preto foi Marcelinho Carioca. Quinto maior artilheiro da história do Corinthians, o meia teve atuação de gala e marcou dois gols no Estádio Santa Cruz – um deles de falta, é claro. Batata explica por que aquele dia foi especial para o Pé de Anjo. “Era aniversário do pai do Marcelinho, e ele fez um gol de falta. Na comemoração, cantou parabéns e tudo… Foi muito legal“, reviveu. 

Para o Corinthians, o cenário atual não é tão confortável quanto o de 2001. Como o primeiro jogo das quartas de final, disputado em Ribeirão Preto, terminou empatado por 0 a 0, o time alvinegro terá de vencer em Itaquera para se classificar à semi do Campeonato Paulista – um novo empate levaria a decisão para os pênaltis. 

Batata entende a dificuldade do confronto, mas confia na vaga alvinegra. “O Corinthians é sempre muito forte jogando dentro da Arena. No primeiro jogo, não foi bem, mas o Carille deve ter conversado com o pessoal… A torcida espera uma a vitória. Não vai ser fácil, mas o Corinthians tem de se impor”, finalizou.