Rivais se machucam e Barão deve ser próximo desafiante por cinturão do UFC

  • Por Jovem Pan
  • 23/12/2014 10h59

Ex-campeão peso galo será uma das atrações do UFC Barueri Bruna Nastas/Jovem Pan Renan Barão desmente Wanderlei Silva

A sorte parece estar do lado do brasileiro Renan Barão. Mesmo após a bela vitória sobre Mitch Gagnon no UFC Barueri, no último sábado, o ex-campeão peso galo da organização não era o favorito para encarar TJ Dillashaw, estando atrás de Dominick Cruz e do brasileiro Raphael Assunção.

Eis que na noite da última segunda-feira (22), o norte-americano e seu compatriota informaram que estão lesionados e não poderão lutar por um certo período, colocando Barão na rota do título novamente.

A situação de Cruz é a mais preocupante. Ex-campeão da categoria dos penas, o atleta passou quase três anos sem subir no octógono por conta de uma grave lesão no joelho esquerdo. Após se recuperar, ele nocauteou o japonês Takeya Mizugaki em setembro deste ano e se credenciou como próximo desafiante de Dillashaw.

Bem chateado com a nova lesão, agora no joelho direito, Cruz se desculpou por ter que parar mais uma vez e pediu privacidade e respeito nesse momento delicado por qual passa.

“É com muita tristeza que informo que tive outra lesão de ligamento cruzado anterior. Desta vez é no joelho direito, lado oposto ao que machuquei na primeira e na segunda vez. Preparando-me para minha última luta, em setembro, e também depois dela tive um treinamento e uma dieta muito cuidadosos e metódicos para manter meu corpo saudável. Infelizmente, isso vai além do meu entendimento e do meu controle. Não tenho uma data para meu retorno, mas sei e confio que vou derramar meu coração e minha alma para poder retornar ao octógono. Quero agradecer ao UFC, aos meus fãs e patrocinadores pela torcida e pelas orações. Eu sou agradecido a vocês mais do que podem entender. Não tenho qualquer outro detalhe para compartilhar neste momento. Eu e minha equipe respeitosamente pedimos privacidade nesta hora difícil. Obrigado”, escreveu em seu Facebook.

Assunção também utilizou as redes sociais para revelar que não poderá ser candidato ao cinturão da franquia de MMA. Ele quebrou o tornozelo durante uma sessão de treinos.

“Estou devastado por informar que minha esperança de disputar o cinturão será ainda mais adiada devido a um tornozelo quebrado no treino. Peço desculpas mais uma vez”, disse.