Rivalidade, duelo de torcidas e vantagem: Palmeiras e Santos decidem Copa do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 02/12/2015 09h30
Em clássico quente e cheio de rivalidade

Nos anos 60, Palmeiras e Santos centralizavam as atenções do futebol brasileiro com dois times históricos que marcaram época. Cinco décadas depois, os holofotes do futebol nacional se voltam novamente para os dois clubes paulistas que decidem o segundo título do ano.

Quando subirem ao campo do Allianz Parque, na noite desta quarta-feira (02), às 22h para a grande final da Copa do Brasil, Palmeiras e Santos carregarão mais do que o sonho de levantar a taça da competição nacional. A rivalidade acirrada entre os clubes que aumentou em 2015, o direito de comemorar o primeiro título no novíssimo estádio palmeirense, a última chance de garantir lugar na Libertadores de 2015.

Rivalidade a flor da pele

O clima entre jogadores santistas e palmeirenses não é dos melhores e os desentendimentos entre Ricardo Oliveira e Fernando Prass se estenderam para todos os outros atletas que fizeram um jogo tenso na partida de ida, na Vila Belmiro. Com inúmeros desentendimentos, o primeiro jogo teve a expulsão do lateral Lucas, do Palmeiras, além de uma confusão após o apito final. Durante a semana, o atacante Rafael Marques tratou de apimentar ainda mais a disputa ao afirmar que a torcida do Santos é “meia dúzia de gatos pingados”.

Vaga na Libertadores

Mais do que o segundo troféu mais importante do país, a Copa do Brasil ainda garante ao campeão uma vaga direta na Libertadores. O título na competição é a última possibilidade de santistas e palmeirenses conquistar um lugar no torneio continental em 2016, fato que significaria maior investimento na próxima temporada.

Primeiro título no Allianz Parque

Inaugurado a pouco mais de um ano, o novo estádio palmeirense verá o primeiro título de sua história. Quem conquistar a Copa do Brasil, será o primeiro campeão do Allianz Parque. Resta saber qual capitão terá a honra: Ricardo Oliveira, ou Zé Roberto?

Vantagem alvinegra

A vitória por 1 a 0 na Vila Belmiro deixou o Santos em melhor situação para o jogo de volta. O Peixe pode empatar por qualquer placar que levará a taça para a baixada. Vitória alviverde por 1 gol de diferença levará a decisão para os pênaltis e somente vitória por dois ou mais gols dará o título aos donos da casa.

Duelo de torcidas

Para empurrar suas equipes, santistas e palmeirenses confiam na recepção dos times no estádios. Na Vila Belmiro, os alvinegros deram um show ao receber os jogadores do Peixe num corredor coberto por sinalizadores intitulado “corredor de fogo”. Para o jogo desta quarta-feira, no Allianz Parque, os palmeirenses prometem o mesmo show que está sendo chamado de “corredor alviverde”.