Rivellino se decepciona e não gosta de ver Fla-Flu em São Paulo: “é triste”

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2016 16h33
Rivellino é mais um campeão brasileiro presente em evento de patrocinadora da Copa

Neste domingo, pela primeira vez em 74 anos Flamengo e Fluminense voltarão a se enfrentar em solo paulista. Com o Maracanã e o Engenhão em obras para os Jogos Olímpicos, a opção pelo Estádio do Pacaembu foi a escolhida pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) para a realização do clássico válido pela segunda rodada da Taça Guanabara. Será o primeiro Fla-Flu disputado em São Paulo desde 1942. 

Um dos maiores ídolos da história do Fluminense, contudo, não gostou da decisão da entidade carioca. Repleto de experiência em duelos contra o Flamengo, Roberto Rivellino entende que é ruim para o futebol do Rio de Janeiro ter um de seus grandes clássicos no estado de São Paulo. 

“Queria externar a minha decepção de ver um Fla-Flu sendo disputado em São Paulo. O Maracanã e o Engenhão não podem ser usados por causa das Olimpíadas, o Flamengo não tem o seu campo, o Fluminense não tem o seu campo, então é triste ver o futebol carioca nessa situação…”, declarou Rivellino, em entrevista a Wanderley Nogueira para o Plantão de Domingo, da Rádio Jovem Pan. “Mas, enfim, é o que resta, né? São Paulo é perto, e o Pacaembu é fantástico”, acrescentou. 

O ídolo tricolor, que jogou no Fluminense de 1975 a 1978, também aproveitou para fazer uma breve análise sobre as duas equipes. Para Rivellino, o time rubro-negro é o favorito ao clássico de domingo. “O Flamengo está em um momento muito melhor. O Muricy deu uma cara ao time, que é o que falta para o Fluminense, opinou, antes de encerrar em tom otimista“a rivalidade sempre proporciona jogos interessantes, agradáveis”.