River Plate dará Viagra a jogadores para minimizar efeitos da altitude

  • Por Agência EFE
  • 18/02/2015 20h52
River PLate - Recopa argentina

Além dos já habituais tanques de oxigênio, os jogadores do River Plate tomarão Viagra para resistir aos efeitos dos 3.735 metros acima do nível do mar da cidade boliviana de Oruro, na qual jogarão nesta quinta-feira contra o San José.

“O Viagra é tomado porque estimula a circulação de oxigênio pelo sangue e ajuda a respirar melhor. O objetivo é esse: melhorar a oxigenação para atenuar a falta de oxigênio que há em Oruro”, explicou o médico do River Plate, Pedro Hansing, à rádio América.

O River Plate estreará na Taça Libertadores nesta quinta-feira contra o San José em partida válido pelo grupo 6.

“É preciso administrar os remédios antes de ir à altura para que os efeitos não descompensem os jogadores”, acrescentou o médico, lembrando que os jogadores também consumirão cafeína e aspirina.

O elenco do River Plate chegou na noite de terça-feira a Santa Cruz de la Sierra, situada a não mais de 800 metros acima do nível do mar, e só amanhã, a poucas horas do jogo, viajará para Oruro.

O médico do clube argentino afirmou ainda que vem “planejando” a partida há 20 dias com a adaptação de jogadores às câmaras hiperbáricas.