Roberto Carlos “pira” com Champions, mas Real o confunde com cantor

  • Por Jovem Pan
  • 29/05/2016 14h29

Roberto Carlos não conseguiu conter a euforia após a conquista do 11º título europeu do Real Madrid

Reprodução Roberto Carlos não conseguiu conter a euforia após a conquista do 11º título europeu do Real Madrid

Um dos maiores ídolos da história recente do Real Madrid, Roberto Carlos não conseguiu conter a euforia após a conquista do 11º título europeu do clube, no último sábado, em Milão. Presente ao San Siro para participar, como comentarista, de uma das inúmeras transmissões da final da Liga dos Campeões da Europa, o lateral-esquerdo se exaltou e agiu como um verdadeiro torcedor após a vitória branca, nos pênaltis, sobre o Atlético de Madrid. 

As imagens foram publicadas pela página do Real Madrid nas redes sociais. Elas mostram que o brasileiro assistiu de pé à penalidade cobrada por Cristiano Ronaldo, que definiu o título merengue. Antes do chute certeiro do português, Roberto soltou um “madre mia”, verbalizando todo o nervosismo pelo lance decisivo. 

Depois que o craque deu o título ao Real, contudo, o pentacampeão mundial soltou o grito da garganta e berrou como se estivesse nas arquibancadas do Santiago Bernabéu. Além disto, aproveitou para exaltar a grandeza do clube branco. “Só 11. Só temos 11”, provocou, referindo-se ao número de conquistas do Real na Champions. Para conter as emoções, o brasileiro teve de beber um generoso gole de água.

Não é o cantor, Real! 

Não foi só a euforia de Roberto Carlos que chamou a atenção dos internautas na curiosa postagem do Real Madrid. Uma gafe do clube merengue foi percebida por alguns seguidores da página nas redes sociais. O que o time undecacampão da Champions fez? Marcou simplesmente o cantor brasileiro Roberto Carlos no vídeo, e não o lateral-esquerdo, que segue em atividade como técnico-jogador do Delhi Dynamos, da Índia. 

Os internautas, é claro, não deixaram o erro passar despercebido e fizeram até algumas piadas nos comentários da postagem. “Queria ter um milhão de amigos e bem mais forte poder cantar: campões!”, escreveu um espanhol, citando parte da letra de Eu Quero Apenas, do Rei. “São as emoções”, decretou outro, fazendo trocadilho com o maior clássico do cantor brasileiro.