Ronaldinho revela motivo de volta ao Brasil e descarta aposentadoria

  • Por Jovem Pan
  • 24/07/2015 08h26
Depois de um ano no Querétaro

De volta ao Brasil para jogar pelo Fluminense, Ronaldinho Gaúcho despediu-se do México com uma entrevista exclusiva à ESPN mexicana. Depois de uma temporada vestindo a camisa do Querétaro, R10 afirmou que retorna ao Brasil para tentar conquistar o título que ainda falta em sua carreira, o Brasileirão, e destacou que não pensa em parar de jogar.

“Um dos títulos que falta em minha carreira, é a liga brasileira. Agora há uma grande possibilidade, é um clube muito grande e quando me foi apresentada a oportunidade, isso me motivou a voltar”, afirmou o novo camisa 10 do Fluminense explicando o que o incentivou a voltar ao país.

Questionado se pensa em se aposentar jogando no futebol dos Estados Unidos, Ronaldinho, de 35 anos, destacou que ainda se sente bem para jogar por muito tempo e não pensa em encerrar a vitoriosa carreira: “não penso no final da minha carreira, me vejo jogando alguns anos a mais. Enquanto estiver feliz para jogar futebol, seguirei jogando”, destacou o gaúcho.

Sobre sua passagem pelo México, o ex-camisa 10 do Barcelona negou que tenha tido problemas com o treinador do Querétaro, Víctor Manuel Vucetich e valorizou o período em que jogou no futebol local.

“(A relação com Vucetich) normal, muito boa. Fiz muitos amigos aqui e não tive problema com ninguém”, afirmou o craque que ainda foi questionado sobre o que de melhor viveu no futebol mexicano e respondeu: “chegar a uma final e entrar na história do clube. É o que sempre procuro onde passo e tive a felicidade de fazer história com esse clube”, completou o ex-camisa 49 do Querétaro que marcou 8 gols com a camisa dos Gallos Blancos.

Veja a entrevista de Ronaldinho na ESPN mexicana: