Rússia reduz orçamento da Copa do Mundo de 2018 em mais de US$ 500 milhões

  • Por Agencia EFE
  • 22/06/2015 12h26

Moscou, 22 jun (EFE).- A Rússia cortou em aproximadamente US$ 560 milhões (R$ 1,72 bilhão), o orçamento previsto para a organização para a Copa do Mundo de 2018, de acordo com o ministro dos Esportes do país, Vitaly Mutko.

“Estamos otimizando o programa de preparação. Em primeiro lugar, estamos corrigindo para baixo o número de hotéis”, disse o titular da pasta, em entrevista à agência “R-Sport”.

De acordo com as informações divulgadas hoje, o orçamento previsto para o evento poliesportivo passa a ser de US$ 11,7 bilhões (R$ 36,2 bilhões).

De acordo com o diretor-geral do escritório da Fifa na Rússia, Dmitry Yefimov, o ajuste “reflete a difícil situação econômica do país, que está imerso em uma crise causada pelas sanções dos países do Ocidente, em decorrência da crise na Ucrânia, e pela queda dos preços do petróleo.

“A Fifa não tem nenhuma preocupação quanto a isso”, minimizou o representante da entidade.

A Copa do Mundo na Rússia está sob o olho do furacão desde a definição da sede, por suspeitas de irregularidades no processo de seleção. A justiça suíça, inclusive, investiga o caso, assim como a escolha do Catar para a Copa do Mundo de 2022. EFE