Santa Cruz terá que fazer 2 jogos sem torcida como punição a morte no Arruda

  • Por Agencia EFE
  • 04/05/2014 22h42

Rio de Janeiro, 4 mai (EFE).- O Santa Cruz terá que atuar em duas partidas com portões fechados, devido decisão tomada neste domingo pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), em virtude da morte de um torcedor atingido por um vaso sanitário arremessado do alto das arquibancadas do estádio do Arruda, em Recife.

A medida vale para o próximo jogo com mando de campo da equipe, nesta quarta-feira contra o Lagarto, do Sergipe, pela primeira fase da Copa do Brasil, e para o duelo deste sábado contra a Luverdense, do Mato Grosso, pelo Campeonato Brasileiro da Série B.

Além disso, como o Arruda foi interditado pela CBF até que o caso seja julgado no STJD, o Santa terá que encontrar outro local para realizar as partidas. Nos sites do clube e da CBF, ambas as partidas ainda estão marcadas o estádio tricolor.

Além disso, as torcidas organizadas do clube estão impedidas pelo STJD de frequentar qualquer estádio do Brasil, até que o autor do arremesso do vaso seja identificado pela polícia.

Nesta sexta-feira, Paulo Ricardo Gomes da Silva, de 26 anos, foi atingido em uma das ruas que cercam o estádio pelo aparato, arrancado de um dos banheiros do estádio, e morreu na hora.

A tragédia aconteceu durante briga entre torcedores do Santa e do Paraná Clube, que ganharam apoio de organizadas do Sport Recife. Imagens divulgadas hoje mostraram o exato momento em que mais de um vaso é lançado contra grupo que era contido por policiais. EFE