Santistas avaliam que Ceni impediu vitória em clássico; Robinho lamenta erros

  • Por Jovem Pan
  • 12/02/2015 08h44

Santos e São Paulo não passaram de um empate sem gols na Vila Belmiro

Santos e São Paulo se enfrentam na Vila Belmiro

Em transformação, o Santos não sofreu tanto quanto se imaginava diante do São Paulo, um dos mais fortes candidatos ao título paulista, na noite de quarta-feira, na Vila Belmiro, em clássico válido pela quarta rodada, que terminou empatado em 0 a 0. E para o treinador Enderson Moreira e a maioria dos jogadores santistas, o São Paulo só não foi derrotado graças à grande atuação de Rogério Ceni.

“Fiquei orgulhoso pelo que o Santos fez no segundo tempo. Enfrentamos um adversário qualificado, que tem um técnico vitorioso. Hoje (ontem) merecíamos a vitória e só não conseguimos o gol graças à atuação de Rogério Ceni, que continua jogando em altíssimo nível”, disse o comandante santista. Enderson admitiu que o São Paulo também criou algumas oportunidades no primeiro tempo. “Mas foi o Santos quem esteve mais perto de ganhar”.

Mesmo sem ter a força para disparar em direção ao gol adversário como na passagem anterior pelo clube, em 2010, Robinho voltou a ser a referência do time na noite de quarta-feira e provou mais uma vez que contra o São Paulo a sua motivação é maior e o seu futebol cresce.

“Poderíamos ter aproveitado melhor as chances que tivemos no segundo tempo. Nossas oportunidades de gols foram mais claras, embora o São Paulo tenha ficado mais tempo com a bola, mas o importante é que o Santos jogou de igual para igual”, disse.

Robinho, que fugiu um pouco da linha de elogios a Rogério Ceni. “Ele fez uma grande partida, mas, sem tirar o mérito dele, a gente tinha de tirar um pouco a bola do alcance dele”.

Ricardo Oliveira, que retornou ao Santos para ser o substituto de Leandro Damião e novo artilheiro do time, continua sem marcar gol em lance com bola em movimento, mas concorda com Robinho que Rogério Ceni teve uma grande atuação, também reconhecendo que a equipe pecou nas finalizações. “Conseguimos criar, mas infelizmente não concluímos bem”.

O atacante também elogiou o trabalho de reformulação que vem sendo feito pelo Santos, mas avisou que os resultados serão a longo prazo. “Hoje demos um passo importante. Colocamos o São Paulo em dificuldades”.

*Por Sanches Filho