Santos acerta a venda de Geuvânio para clube chinês de Vanderlei Luxemburgo

  • Por Agência Estado
  • 21/01/2016 07h30
Facebook/Reprodução Aos 23 anos

O meia Geuvânio é mais um jogador brasileiro que se rendeu às propostas milionárias do futebol chinês. Uma reunião na noite desta quarta-feira (20) definiu a venda do jogador de 23 anos por 11 milhões de euros (cerca de R$ 49 milhões) para Tianjin Quanjin, equipe que está na segunda divisão do país asiático e é dirigida pelo técnico brasileiro Vanderlei Luxemburgo.

O Santos, detentor de 35% dos direitos federativos dos jogador, lucrará 3,85 milhões de euros (R$ 17 milhões). O restante dos direitos do jogador está dividido entre Doyen Sports (35%) e empresários (30%). O clube santista ainda não confirma oficialmente a negociação, pois os contratos não foram assinados

O Santos chegou a recusar a proposta inicial dos mesmos 11 milhões de euros e ofereceu uma contraproposta de 17 milhões de euros (R$ 75 milhões) para liberar Geuvânio – os chineses recusaram. O clube agora negocia para que o time chinês seja o responsável por todas as despesas da transação e o Santos receba o valor na íntegra.

Depois de ser eleito o destaque do Campeonato Paulista, Geuvânio entrou em declínio técnico e perdeu a posição de titular para Marquinhos Gabriel em 2015. Com a saída do novo titular, o atacante tinha a possibilidade de retomar o posto. Nesta quarta-feira, Geuvânio voltou aos gramados depois de três dias em recuperação de uma lesão no quadril.

O Santos disputa um amistoso contra o Bahia neste sábado, na Arena Fonte Nova, em Salvador, no último teste antes da estreia no Campeonato Paulista.