Santos e Palmeiras ligam, e Vampeta já admite perder titulares do Audax

  • Por Jovem Pan
  • 27/04/2016 13h28
O ídolo corintiano Vampeta é o presidente do Audax

Presidente do Grêmio Osasco Audax e comentarista da Rádio Jovem Pan, Vampeta revelou no programa Esporte em Discussão desta quarta-feira que Santos e Palmeiras têm tudo para se reforçar com jogadores da equipe sensação do Campeonato Paulista.  

O pentacampeão mundial contou que recebeu ligações dos dois clubes nos últimos dias. Os jogadores procurados? Os volantes Tche Tche e Camacho, o meia Bruno Paulo e o atacante Ytalo. Todas foram titulares e pilares do Audax durante a espetacular campanha no Estadual deste ano. 

Vampeta admitiu que será quase impossível segurar estes quatro atletas após a final do Paulistão, nos próximos dois domingos, contra o Santos. O presidente do Audax ainda contou que o clube de Osasco não lucrará nada com as prováveis negociações, já que fez contratos curtos com os jogadores. 

A explicação é simples: no início da temporada, o Audax só tinha a garantia de que disputaria o Campeonato Paulista. Assim, não poderia assinar por mais de quatro meses com os atletas e correr o risco de pagar por jogadores que não entrariam em campo. 

“O Audax não vai ganhar nada (com as negociações). Nossa folha de pagamento é de R$ 500 mil. Como iríamos fazer contrato de dois anos para manter esses caras se só tínhamos calendário de quatro meses de competição?”, questionou o ex-jogador. 

Mas a situação mudou. A boa campanha no Estadual, afinal, deu vaga ao Audax na Série D dos Campeonatos Brasileiros de 2016 e 2017. Agora sim o clube poderá apresentar um projeto de no mínimo duas temporadas para renovar com quem está no elenco ou contratar novos jogadores – o que não quer dizer que os quatro titulares sondados vão permanecer. 

“As vagas na Série D começam a dar tranquilidade para oferecermos estabilidade aos atletas, porque nós sempre pagamos em dia e demos boa estrutura para os jogadores trabalharem. Faltava só um calendário anual para tocar o projeto”, explicou o diretor de futebol do Audax, Nei Teixeira, em entrevista exclusiva a Raphael Thebas para o Plantão de Domingo, da Rádio Jovem Pan. 

O dirigente revelou que o clube de Osasco já conseguiu renovar com quase 70% do elenco que disputou o Campeonato Paulista – o que reforça a tese de que Tche Tche, Camacho, Bruno Paulo e Ytalo devem, de fato, sair. Além disto, deixou claro que o Audax não quer ser empecilho para possíveis transferências de atletas a clubes de grande porte.

“Sem dúvidas, o que a gente mais quer é que todos sejam felizes. Então, se houver uma felicidade para os atletas, para o Fernando Diniz e para os outros membros da comissão técnica, a gente vai pensar com carinho e é lógico que isso vai acontecer. Só espero que não seja tão imediato, que não seja agora”, explicou.

Se alguns jogadores já estão com o futuro encaminhado, a situação do técnico Fernando Diniz continua sendo uma verdadeira incógnita. Ele já admitiu ter recebido propostas de clubes da Série A e ainda não definiu se permanecerá ou deixará o Audax depois da decisão com o Santos. O clube de Osasco acredita que pode conseguir segurar o treinador. 

“Não dá para planejar nada, mas o nosso desejo é que ele continue, porque já está há três anos com a gente. Tudo só deu tão certo porque a gente entendeu o projeto do Fernando. Ele teve todo o apoio da diretoria, dos jogadores e, algum tempo depois, dos torcedores”, afirmou Teixeira. 

“Não sei se ele vai ter essa oportunidade tão rápida de mostrar o trabalho dele em outros clubes. Talvez o Fernando ainda precise um pouco mais do Audax, e o Audax precise um pouco mais do Fernando. Então, vamos tentar não medir esforços para que ele fique”, encerrou. 

No Esporte em Discussão desta quarta-feira, o presidente Vampeta disse que nenhum clube o procurou para falar sobre Fernando Diniz. Por outro lado, fez questão de ressaltar que isso não quer dizer nada: “dificilmente ligam para o clube antes de ligar para o técnico”, encerrou.