São Paulo é surpreendido e perde para o The Strongest em casa na Libertadores

  • Por Jovem Pan
  • 17/02/2016 21h30
SP - LIBERTADORES/SÃO PAULO X THE STRONGEST - ESPORTES - Matías Alonso, do The Strongest, comemora após marcar gol em partida contra o São Paulo, válida pela primeira rodada do Grupo 1 da Copa Libertadores da América 2016, no Estádio do Pacaembu, na zona oeste de São Paulo, nesta quarta-feira. 17/02/2016 - Foto: BRUNO ULIVIERI/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDOMatías Alonso aproveitou-se de uma "pane" da defesa do São Paulo para decretar a vitória do The Strongest

O São Paulo não começou nada bem a fase de grupos das Libertadores 2016. Com o Morumbi em reformas, a equipe recebeu o The Strongest, da Bolívia, no Pacaembu nesta quarta-feira (17) e foi surpreendido. Depois de desperdiçar boas chances no primeiro tempo, o Tricolor voltou a ver sua defesa falhar, como havia feito no clássico contra o Corinthians, e decepcionou seus torcedores com uma derrota por 1 a 0.

A primeira chegada do São Paulo aconteceu logo no primeiro minuto de jogo. A zaga adversária falhou em recuo e Alan Kardec dividiu com o goleiro Daniel Vaca; na sobra, Ganso finalizou acertou a marcação. A resposta do time boliviano, no entanto, foi mais perigosa: em jogada de contra-ataque, Ramallo limpou a marcação, chutou e acertou a trave esquerda. Aos 19 minutos, do outro lado do campo, Lucão cabeceou após cobrança de escanteio e obrigou Vaca a fazer grande defesa. No rebote, Centurión levantou novamente na área e Kardec quase marcou.

O São Paulo seguiu fazendo o arqueiro rival trabalhar com chutes de longe de Ganso e Centurión, mas não conseguiu abrir o placar. Para mudar essa história, Edgardo Bauza sacou o volante Hudson para colocar Calleri após o intervalo. Contudo, a situação não mudou. Pelo contrário: a defesa tricolor parou e deixou Chumacero receber livre dentro da área, pelo lado direito, e cruzar na cabeça de Matías Alonso, que mandou para as redes.

Em desvantagem, a equipe brasileira partiu para cima, mas mostrando muita tensão. Foi assim em lance no qual Ganso lançou Michel Bastos pela esquerda e o meia bateu por cima do travessão. O The Strongest soube se aproveitar do clima ruim que pairou na torcida e no time do São Paulo e passou a segurar o jogo, esperando o tempo passar. A estratégia quase falhou quando Bruno descolou grande passe para Kieza, mas o atacante finalizou para fora e perdeu a melhor chance de empatar a partida já aos 41 minutos.

O resultado é péssimo para o São Paulo pois o The Strongest larga com vantagem no Grupo A, que tem ainda o Trujillanos, da Venezuela, e o River Plate, atual campeão da Libertadores. No dia 10 de março, o Tricolor vai a Buenos Aires enfrentar o time de D’Alessandro.